Cinema

Jennifer Lawrence sobre aulas de balé para “Operação Red Sparrow”: “Foi muito difícil pra mim”

Livia Forte - Publicado em 27/02/2018 às 21:45

Jennifer Lawrence admitiu que dança não é sua melhor habilidade. Apesar de já ter estrelado – e dançado – em “O Lado Bom da vida”, ela revelou ao E! que as aulas de balé para “Operação Red Sparrow” foram deixadas de lado assim que as gravações acabaram.

“Não continuei com as aulas de balé. Foi muito difícil pra mim. Tenho muito respeito pelos bailarinos. É incrível o que eles fazem mas, assim que finalizamos a cena do balé, joguei minhas sapatilhas no lixo”, disse.

No filme, Lawrence transforma-se em uma bailarina para uma cena de abertura de seis minutos. A estrela treinou com o ex-membro do Ballet de Nova York, Kurt Froman, que também ensinou Natalie Portman e Mila Kunis para as filmagens de Cisne Negro.

Jennifer vive uma espiã que se disfarça de bailarina

Enquanto Jennifer deu o seu melhor nas cenas, seus amigos logo perceberam que ela não estava tão à vontade assim.

“Meus amigos são horríveis, são pessoas terríveis”, brincou. “Minha prima estava implicando comigo e me imitava dançando, ‘Estes são seus movimentos de dança’, e eu dizia ‘Não, não é!’ E então eu comecei a fazê-lo e eu dizia, ‘É muito fácil pra mim’. E ela estava certa, então estou com vergonha, mas ela está certa “.

Jennifer viveu o desafio de dança, mas houveram outras barreiras a ser superadas, como a da nudez. Ela revelou que foi “um pesadelo” concordar em fazer as cenas de nudez mas, segundo a atriz, a equipe a deixou tão confortável que ela não teve mais problemas em andar nua pelo set de filmagem.

Em “Operação Red Sparrow”, Lawrence dá vida a Dominika Erogova, uma bailarina russa convocada para a ‘escola sparrow’, um programa secreto no qual mulheres são treinadas para investigar e manipular seus alvos através da sedução e do sexo. No Brasil, o filme estreia nesta quinta-feira (1º) nos cinemas.  Assista ao trailer: