Cinema

“Quatro Vidas de Um Cachorro”: Após vídeo de maus-tratos, pré-estreia do filme é cancelada

Raphael Amador - Publicado em 20/01/2017 às 16:51
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Depois que um vídeo mostrando imagens de um pastor alemão sofrendo maus-tratos nas gravações de “Quatro Vidas de Um Cachorro” foi divulgado pelo TMZ, a Universal Pictures e a Amblin Entertainment optaram por cancelar a pré-estreia do filme que aconteceria neste sábado, dia 21, em Los Angeles.

Em comunicado oficial, divulgado pelo The Hollywood Reporter, as empresas dizem: “Enquanto a Amblin ainda avalia as imagens do vídeo divulgado, a distribuidora Universal Pictures decidiu que o melhor para ‘Quatro Vidas de Um Cachorro’ é cancelar a pré-estreia deste fim de semana. Amblin e Universal não querem que nada sobreponha este filme, que celebra a relação entre humanos e animais. Desde o surgimento da filmagem, Amblin tem se envolvido com muitos associados com a produção do filme, incluindo o pessoal de segurança, treinadores e coordenadores de dublês, como parte de sua intensa investigação. Mesmo que estejamos todos desanimados com o aparecimento de um animal em sofrimento, todos nos asseguraram que Hercules, o pastor alemão, não foi ferido durante as filmagens“.

Ainda segundo o TMZ, a equipe de produção do filme estaria sob investigação da Secretária de Veterinária do Canadá, e caso seja confirmado que o cão sofreu maus-tratos nas gravações, os responsáveis podem pegar até seis meses de prisão.

No vídeo divulgado, o pastor alemão chamado Hercules é forçado a entrar numa piscina com correnteza por um instrutor e acaba caindo na água. Ao final do vídeo, já dentro da piscina, dá pra ver que o cachorro chega a ficar submerso nas águas turbulentas e a equipe de produção grita “corta, corta”. A gravação aconteceu em novembro de 2015 e só agora o vídeo foi divulgado. Segundo a Amblin, Hercules está “feliz e saudável” e o filme “é uma celebração da conexão especial que os humanos têm com seus cachorros”.

Após a polêmica, o diretor do filme, Lasse Hallström (Sempre ao Seu Lado) resolveu se manifestar. “Eu não testemunhei essas ações. Estávamos todos empenhados em oferecer um ambiente seguro e amável para todos os animais no filme. Amo os animais há muito tempo e ‘Quatro Vidas de Um Cachorro’ é o meu terceiro filme sobre cachorros. A segurança dos animais foi nossa maior prioridade“, escreveu ele em seu Twitter.

A PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), organização que luta pela defesa e direitos dos animais, já está promovendo um boicote ao filme, que tem estreia marcada para 26 janeiro nos cinemas brasileiros.