Famosos

Em mensagem a Lady Gaga, Kesha acusou Dr. Luke de ter estuprado Katy Perry

por Raphael Amador
há 5 dias

Jesus Coroadoooo!!! A batalha judicial de Kesha contra Dr. Luke voltou a ser notícia na imprensa internacional nesta quarta-feira (13). Segundo documentos obtidos pelo The Blast, a dona do hit “Tik Tok” acusou o produtor de estuprar Katy Perry. Os documentos estão relacionados ao caso de difamação em andamento entre Kesha e Dr. Luke (nome real: Lukas Gottwald).

De acordo com a publicação, o empresário negou três das alegações de Kesha contra ele: as já conhecidas de que ele deu drogas à cantora contra sua vontade e que a estuprou, assim como a alegação, até então desconhecida, de que o produtor também estuprou Katy.

A acusação foi revelada numa mensagem de texto enviada de Kesha para Lady Gaga, de acordo com os documentos, que em parte diziam: “Em 26 de fevereiro de 2016 [Kesha] enviou uma mensagem de texto para Stefani Germanotta p/k/a/ Lady Gaga, que repetiu a afirmação falsa de [Kesha] de que [Luke] a estuprou. [Kesha] também afirmou falsamente que [Luke] estuprou Kathryn Hudson p/k/a/ Katy Perry“. E o documento continua: “Após esta conversa por mensagem de texto, e com o incentivo de [Kesha], [Gaga] espalhou mensagens negativas sobre [Lucas] na imprensa e nas redes sociais“.

(Foto: Getty)

Na ação, o produtor alega que perdeu mais de 10 milhões de dólares por não ter trabalhado em álbuns de Katy Perry, e acredita que as alegações de Kesha prejudicaram sua reputação e carreira. A papelada ainda revelou que a cantora de “Roar” depôs como parte do processo, embora não haja indicação do que ela disse. Até então, Katy nunca acusou publicamente Dr. Luke de abuso sexual.

Segundo a Variety, um representante de Kesha disse que seu advogado se recusou a comentar o caso. Os representantes de Perry e Gaga não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da revista.

O processo de difamação de Luke contra Kesha é o último restante de uma batalha judicial que começou em 2014, quando a diva foi a público com acusações de que o produtor teria abusado dela. Naquele ano, Dr. Luke fez uma queixa contra Kesha por não ter trabalhado em um terceiro álbum, conforme exigido em seu contrato. A loira, por sua vez, entrou com um contra-processo, pedindo que fosse liberada de seu contrato com Luke com base nas alegações de que havia sofrido abusos sexuais e psicológicos ao longo de vários anos.

Os tribunais deram decisões desfavoráveis a Kesha em todas as tentativas de se livrar de seu contrato com Luke e seu selo Kemosabe, da Sony Music. No ano passado, ela lançou pela gravadora seu mais recente álbum, “Rainbow”, contendo músicas com referências a sua batalha judicial com o produtor.

O documento foi divulgado na íntegra pela Variety, clica aqui pra ver.

Atualização 13/06 21:34h – Através de seus advogados, Dr. Luke enviou a seguinte declaração: “Katy Perry confirmou que o Dr. Luke não a estuprou. A acusação de Kesha ao contrário – assim como suas outras mentiras ultrajantes sobre o Dr. Luke – é infundada e irresponsável, e é desrespeitosa tanto para Katy Perry quanto para o Dr. Luke. Em seu processo de difamação contra Kesha, o dr. Luke pede indenização pelos danos causados por essas falsidades maliciosas ”.