Famosos

Kris Jenner comenta postura de Khloé após traição de Tristan Thompson: ‘Eu realmente confio’

Livia Forte - Publicado em 09/06/2018 às 17:27
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Kris Jenner enfim deu sua opinião a respeito da decisão da filha Khloé Kardashian ter ficado em Cleveland ao ladodo namorado Tristan Thompson, mesmo depois do escândalo de traição onde apareceram vídeos do jogador da NBA traindo Khloé com diversas mulheres enquanto ela estava prestes a dar a luz a primeira filha do casal, True.

A momager disse que confia na decisão da filha: “Eu acho que você só tem que estar lá para o seu filho e seguir sua liderança. Eu não estou nessa relação ou nessa situação, então eu realmente confio na Khloe. Ela é tão inteligente e uma garota tão boa e vai resolver isso.” Quando questionada se Tristan se dá bem com o restante da família, ela se limitou a dizer: “Sim, Tristan é ótimo”.

No entanto, as notícias não são bem essas, especialmente quando se trata de sua relação com Kim Kardashian.  A irmã de Khloé e Tristan pararam de se seguir no Instagram e logo depois ela, que tenta sempre se manter neutra nas confusões da família acabou quebrando o silêncio e falando sobre o ocorrido no programa de Ellen DeGeneres. “Nós realmente estávamos torcendo por Khloé. E nós ainda estamos. Ela é muito forte e está fazendo o melhor que pode. É uma situação muito triste“, disse na época. Foi o suficiente para que Tristan a bloqueasse no Instagram.

Apesar de todos esperarem que Khloé quisesse voltar para Los Angeles o mais rápido possível após dar a luz, para poder ficar em sua casa e mais próxima de sua família, ela acabou contrariando a previsão de todos e decidiu ficar em Cleveland com Tristan. No primeiro mês depois do nascimento de True, Khloé e Tristan foram vistos juntos num restaurante na companhia de amigos. Porém, de acordo com o jornal inglês The Mirror, ela haveria colocado “rédea curta” e imposto regras rígidas ao jogador para que pudesse voltar a confiar nele.