Famosos

Saiba porque Meghan e Harry não devem ser padrinhos de Príncipe Louis; revista revela favoritos

Raphael Amador - Publicado em 25/06/2018 às 18:38
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Enquanto muitas casas de apostas do Reino Unido especulam sobre quem serão os escolhidos para serem os padrinhos de príncipe Louis, novo filho de William e Kate Middleton, especialistas sobre a família real britânica acreditam que os recém-casados Harry e Meghan Markle não ficarão com o “posto”.

Na semana passada, o Duque e a Duquesa de Cambridge anunciaram que o batizado do pequeno será realizado em 9 de julho deste ano, dia em que os padrinhos serão revelados. Segundo a People, Meghan está na 14ª posição na lista de prováveis madrinhas escolhidas para Louis dos apostadores.

A revista lembrou que príncipe Harry não é padrinho de nenhum dos dois filhos mais velhos do irmão, George e Charlotte. Acredita-se que William e Kate quiseram homenagear alguns de seus amigos mais íntimos, em vez de escolher alguém que já fosse da família.

Príncipe William e Kate Middleton posam com o pequeno Louis na saída da maternidade. (Foto: Chris Jackson/Getty Images)

Jessica Bridge, da casa de apostas britânica Ladbrokes, disse em um comunicado: “Como com George e Charlotte, [William e Kate] escolheram amigos e ajudantes próximos e confiáveis, ao invés de membros da família, e as chances sugerem que o mesmo acontecerá com príncipe Louis“.

Tiggy Pettifer (à esq.) lidera as apostas. (Foto: Chris Jackson/Getty Images)

E os mais cotados a assumirem o posto de padrinhos, de acordo com Ladbrokes, são: Tiggy Pettifer, ex-assistente e babá de William e Harry, e Miguel Head, ex-secretário particular do pai de Louis.

Miguel Head no casamento de Harry e Meghan em agosto. (Foto: Chris Jackson/Getty Images)

Ainda na lista, a meia-irmã de William, Laura Lopes, aparece como a segunda aposta entre as opções de madrinhas. Ela é filha de Camilla, Duquesa de Cornwall, e mãe de uma das damas de honra do casal real, Eliza.

Laura Lopes (centro) com a mãe Camilla, Duquesa de Cornwall (à dir.) (Foto: Chris Jackson/Getty Images)

Outro nome cotado é Rebecca Priestley, ex-secretária particular de Kate, que liderou seu escritório nos primeiros seis anos de seu casamento com príncipe William.

Entre as opções de padrinhos, outros nomes apostados são David Jardine-Patterson, marido de Emilia, que é madrinha do príncipe George, e Hugh van Cutsem, irmão de William van Cutsem, que é padrinho do primogênito de príncipe William e Kate.

Quem vocês acham que serão escolhidos?!