Famosos

Sharon Stone defende James Franco de acusações de assédio sexual: “Ele é o melhor”

Raphael Amador - Publicado em 13/03/2018 às 15:43

Em meio às acusações de assédio sexual contra James Franco, a atriz Sharon Stone, que trabalhou com ele em seu mais recente filme, “Artista do Desastre”, defendeu o ator e cineasta, em entrevista recente para o podcast “WTF”, do comediante Marc Maron.

Estou chocada com tudo isso que está acontecendo com ele. Agora, de repente, ele é um cara mau? Eu trabalhei com ele, eu o conheço… Ele é um amigo adorável, um profissional encantador. Estou absolutamente consternada com isso“, afirmou a estrela.

Sharon ainda se referiu a Franco como “o homem mais amável, gentil, doce e elegante”. “Ele é o melhor. Eu não acho que esses julgamentos sem o devido processo são apropriados. Sinto que é apropriado que as pessoas assumam a responsabilidade por suas ações, e realmente sinto que algum processo devido está em ordem. Existe uma série de atividades. E você não pode acusar alguém com um delito grave por um delito menor. Deve haver um equilíbrio aqui onde isso deve ser ouvido em um formato racional. Então, isso não é apenas preto e branco. E não pode ser que todo homem que não saiba o que p**** ele está fazendo na vida seja um criminoso. Porque muitos homens são apenas estúpidos“, argumentou a atriz.

E ela continuou: “Você sai com eles, eles trazem você para casa para um beijo de boa noite e eles pegam sua mão e colocam em seu pênis. Um homem de 50 anos. Eu não acho que eles estão tentando me assediar sexualmente, acho que eles são incrivelmente estúpidos e estranhos. Tipo, sério? Essa é a sua jogada? Por favor, não me ligue nunca mais porque você é muito estúpido para namorar. Eu não acho que eu deveria arruinar sua vida inteira por causa disso, eu só acho que você é incrivelmente estúpido“.

A entrevista da atriz está disponível na íntegra [em inglês] no vídeo abaixo:

As acusações contra James Franco surgiram pouco depois da noite do Globo de Ouro 2018, onde ele apareceu usando um broche do Time’s Up, movimento que luta pelo fim dos assédios e abusos de poder e pela igualdade de gênero na indústria do entretenimento. Numa reportagem do Los Angeles Times, de 11 de janeiro, cinco mulheres acusaram Franco de “comportamento considerado inapropriado ou sexualmente explorador”. Algumas delas chegaram a usar suas redes sociais para criticar o destaque do astro na cerimônia, na qual ele foi premiado como melhor ator em filme de comédia.

O cineasta negou as acusações e ponderou sobre o caso, durante o programa do Stephen Colbert. “Olhe, na minha vida eu me orgulho de assumir a responsabilidade por coisas que eu fiz. Eu tenho que fazer isso para manter meu bem-estar. As coisas que eu ouvi que estavam no Twitter não são precisas. Mas eu apoio completamente as pessoas que estão se manifestando porque elas não tinham voz há tanto tempo. (…) Se eu fiz algo de errado, eu vou consertar. Estou aqui para ouvir e mudar o que está errado em minha perspectiva. Estou completamente disposto e quero fazer isso“, disse Franco.

[Via People]