Famosos

Suspeito de matar XXXTentacion postou mensagem ameaçadora dois dias após assassinato do rapper

Raphael Amador - Publicado em 24/06/2018 às 12:32
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

O principal suspeito de matar o rapper XXXTentacion escreveu um post ameaçador em seu Facebook dois dias após o assassinato do rapper. Segundo o Page Six, Dedrick Devonshay Williams publicou na página chamada “Chucky Williams” uma foto com uma legenda alertando as pessoas a não deixá-lo irritado.

Não mexa comigo, você nunca sabe o que pode acontecer“, escreveu ele. A mensagem, publicada na última quarta-feira (20), foi acompanhada por uma foto do homem de 22 anos posando em frente a um carro branco e exibindo um bracelete de ouro. Veja abaixo:

Don’t piss me off u will never know wats next 🦍🦍🦍🤫

Publicado por Chucky Williams em Quarta-feira, 20 de junho de 2018

Na quinta-feira (21), a polícia da Flórida anunciou a prisão de Williams, que foi acusado de homicídio em primeiro grau sem premeditação, violação de liberdade condicional e por dirigir sem ter carteira de motorista válida, e teve pedido de fiança negado. Segundo o TMZ, ele já tinha sido preso por posse de cocaína, posse de armas, violência doméstica, agressão agravada com uma arma de fogo e roubo.

Suspeito do crime, Dedrick D. Williams foi preso na noite de quarta-feira (20) na Flórida. (Foto: Broward Sheriff’s Office via Getty Images)

O site informou ainda que a polícia acredita que há mais duas pessoas envolvidas no assassinato de XXX – um juiz já até assinou outros dois mandados de prisão, mas, até o momento, ninguém foi detido.

XXXTentacion, cujo nome verdadeiro era Jahseh Dwayne Onfroy, foi morto a tiros na segunda-feira (18) depois de sair de uma loja de motocicletas em Pompano Beach, no sul da Flórida.

Segundo a People, o funeral do artista será realizado na próxima quarta-feira (27), das 12h às 18h (horário local), no Florida Panthers Stadium, em Sunrise, Flórida. O advogado do rapper, J. David Bogenschutz, contou também que o velório será com caixão aberto.