TV / Séries

Denúncia de estupro suspende gravações de reality show

Pedro Hosken - Publicado em 13/06/2017 às 11:06
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

A produção da quarta temporada do reality “Barchelor in Paradise” – um spin-off da exitosa franquia “The Barchelor” – foi suspensa neste fim de semana por conta de uma denúncia de estupro. O alegado sexo não consensual teria acontecido já no primeiro dia de filmagens do programa em Sayulita, México.

Segundo informações do TMZ, o participante DeMario Jackson teria se relacionado sexualmente com a participante Corinne Olympios dentro da piscina do confinamento, sem que ela estivesse em condições de responder por si mesma. Corinne teria exagerado na bebida e estaria num estado de ‘blackout”, de acordo com os relatos de demais confinados. Assim que perceberam o que estava acontecendo, alguns dos nomes do elenco foram até à produção do reality para denunciar, mas inicialmente, não tiveram a devida atenção.

Corinne Olympios

Corinne Olympios

O TMZ reporta que a garota não culpa completamente DeMario, afinal ele também não estaria consciente. Segundo a publicação, Olympios responsabiliza os produtores da atração e já contratou um advogado para o caso. DeMario, por sua vez, se defende dizendo que o envolvimento não foi apenas consentido, mas incentivado por Corinne. Diante das denúncias, a Warner Bros., produtora do reality decidiu suspender as gravações. “Nós recebemos denúncias de má-conduta no set de Bachelor in Paradise. Suspendemos a produção e estamos conduzindo uma investigação minunciosa. Assim que a investigação estiver concluída, vamos tomar as atitudes apropriadas e responsivas“, informou a empresa em comunicado enviado à CNN.

DeMario Jackson

DeMario Jackson

Prevista para estrear em 8 de agosto, a quarta temporada do programa tem grandes chances de não ir mais ao ar. Pelo menos foi o que comentou uma fonte da produção com a revista People.  “Provavelmente não vamos filmar mais. Parece-me impossível, dadas as circunstâncias. O Turismo do México não vai querer isso pra eles, não é uma boa imagem“, justificou. Até o momento, nem a Warner Bros., nem a ABC, emissora que exibe a atração, deram novas declarações sobre o que deverá ser feito. Vamos acompanhar…