TV / Séries

Em meio a escândalo de Kevin Spacey, Netflix decide encerrar ‘House of Cards’ na próxima temporada, diz site

por Pedro Hosken
há 5 meses

A premiada ‘House of Cards’ será encerrada na próxima temporada, segundo informações do site da revista ‘Variety’. A publicação ressalta que os novos episódios da produção da Netflix tiveram suas filmagens iniciadas este mês em Maryland, EUA. Até o momento, a data de estreia dessa que será a sexta temporada do seriado não foi cravada pela empresa. A última leva de episódios estreou em 30 de maio deste ano no serviço de streaming.

Kevin Spacey em cena de House of Cards

Kevin Spacey em cena de House of Cards

A notícia do suposto cancelamento chega um dia após a alegação de abuso sexual envolvendo Kevin Spacey, estrela e produtor executivo de ‘House of Cards’. Numa entrevista ao Buzzfeed, o também ator Anthony Rapp revelou que em 1986, quando tinha 14 anos, foi assediado sexualmente por Kevin. No relato, Rapp disse que ele e Spacey eram amigos e trabalhavam na Broadway. Kevin, na época com 26 anos, convidou o rapaz para uma festa em seu apartamento, no entanto ao chegar lá, o jovem percebeu era o único adolescente no local e então passou a maior parte da noite em um quarto assistindo à televisão.

Ele disse que não sabia que a festa terminara e que estava sozinho no apartamento com Spacey até o ator mais velho aparecer na entrada do quarto. “Ele me pegou como um noivo pega a noiva na noite de núpcias. Mas eu não cheguei a me afastar inicialmente porque fiquei em choque, pensando “O que está acontecendo?”. E então ele tentou subir em cima de mim. Ele estava tentando me seduzir, tentando ficar comigo sexualmente“, recordou Anthony, acrescentando ter conseguido se desvencilhar e fugir do local em seguida.

O ator Anthony Rapp

O ator Anthony Rapp que atualmente atua na série Star Trek: Discovery

Ainda que a história tenha alcançado grande repercussão, a Netflix não emitiu até o momento qualquer declaração sobre o assunto. O criador da série, Beau Willimon que trabalhou na produção entre 2013 e 2016 e o próprio Kevin Spacey, alvo da denúncia, lamentaram o relato de Rapp. Para ler as respectivas declarações, clique aqui e aqui.