Após ser agredido por guardas, idoso morador de rua ganha vaquinha expressiva e apoio jurídico; Motivo que levou seu Jadir a morar na rua comove as redes

Nesta semana, o caso do seu Jadir e sua cadelinha, Isabella, revoltou as redes sociais. Enquanto o senhor idoso tentava entrar no Mercadão de São José dos Campos, interior de São Paulo, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) o agrediram e o levaram para a delegacia. Com a repercussão do caso, Jadir – que estava em situação de rua – recebeu muito apoio.

Esdras Araujo, ativista da causa animal, contou que irá ajudar seu Jadir a processar os guardas municipais – que agiram de forma truculenta sem qualquer razão. “Hoje nós fomos no IML. Fizemos o exame de corpo de delito. Anexei o raio-x. Nós vamos entrar com um processo, não vai ficar assim. Não vai ficar impune. Ele não merece levar um processo por algo que ele não cometeu, nunca mereceu”, disse ele, em discurso na Câmara dos Vereadores, ao lado do senhor.

Após seu reencontro com Isabella, Jadir e sua cachorrinha também saíram das ruas. Os dois estão hospedados provisoriamente em um hotel na cidade, onde ficarão até conseguirem uma casa própria. Além disso, uma vaquinha online foi criada para arrecadar recursos para os dois — até agora, ela já arrecadou 120 mil reais, de uma meta de 200 mil. Espera-se que o dinheiro os ajude a ter uma nova residência, bem como realizar o sonho do ex-morador de rua – que é ter um lava-rápido, para recomeçar sua vida. Espia só, que fofura:

Jadir ainda recebeu várias mensagens de apoio, mas uma em especial, deve ter lhe tocado muito – a de seu time do coração, o Corinthians. “O Corinthians se sensibilizou com a história do seu Jadir e da Isabela, sua cachorrinha. Somos contrários a qualquer tipo de violência. Seu Jadir, você não está sozinho!”, escreveu o clube nas redes sociais, após o vídeo que viralizou na web, em que o senhor aparece usando uma camisa do time. Dá uma olhada:

Depressão levou Jadir às ruas

O vereador Esdras também compartilhou um vídeo antigo de seu Jadir, no qual ele relembra o que o fez ir parar nas ruas. “Ele não foi para as ruas por drogas, nem bebidas, ele foi por depressão”, escreveu o ativista. No entanto, graças ao apoio que tem recebido, o idoso iniciará a terapia em breve. “Agora acabou, segunda-feira será sua primeira sessão com a psicóloga”, completou ele.

No vídeo, gravado em janeiro, Jadir contou que perdeu todo o sentido da vida quando perdeu sua esposa, em decorrência de um AVC. “Eu me perdi, cara. Minha cabeça tá perdida depois que eu perdi minha mãe e a minha esposa… Sabe assim, parece que apagou os sonhos. Eu não sonho mais”, disse. “Minha esposa faleceu, teve um AVC, e eu desisti. Mas quero voltar a ter uma vida, sonhar. Sem sonhar, a gente não vive”, comentou ele.

Questionado se não sentia a tristeza por estar na rua, o dono da cadelinha Isabella falou que ainda sofria pela saudade de seus entes queridos. “Eu choro pela minha mãe, pela minha esposa, pela saudade. Eu não gosto nem de falar, porque já dá vontade de chorar e eu não quero chorar. Não quero chorar”, declarou ele, ao falar sobre as partes difíceis de estar nas ruas. Assista:

Agora sim, sabemos que seu Jadir terá uma esperança pela frente e novos motivos para sonhar! Caso queira ajudar ou saber mais da vaquinha, clique aqui, ou então, saiba mais informações no Instagram criado para o próprio seu Jadir e Isabella, clicando aqui.

Relembre o caso

Nesta segunda-feira (10), um senhor idoso, conhecido como Jadir, foi agredido por agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) em São José dos Campos, no interior de São Paulo. A ação foi filmada por transeuntes e chocou a web pela violência na abordagem, causando revolta nas redes sociais.

Jadir foi agredido por guardas municipais em São José dos Campos, após tentar entrar no Mercadão com sua cadelinha – hábito que tinha há algum tempo. (Fotos: Reprodução/Instagram)

De acordo com o jornal Estado de Minas, Jadir teria tentado entrar no Mercadão de São José dos Campos com sua cadela, Isabella, no colo, o que seria proibido. Os guardas, então, impediram o idoso de entrar, mas agiram de forma truculenta — até mesmo depois que o senhor já havia sido detido. Em determinado momento, a cachorrinha de Jadir caiu no chão.

Nas filmagens, é possível ouvir as pessoas que assistiam à violência pedindo que os guardas não machucassem ele — e uma senhora até tenta intervir. No final, os agentes levam o idoso embora, sem Isabella.

View this post on Instagram

Acredito que todos vocês que moram aqui em São José dos Campos-SP conheçam o senhor Jadir e sua cachorrinha Isabella, inclusive a poucos meses fora feita uma campanha para tirá-los da rua e deu certo, porém hoje por volta das 10hs da manhã ele passou por tal situação no centro da cidade, as pessoas que filmaram, que trabalham próximo ao local me disseram que ele não fez absolutamente nada para passar por tamanho constrangimento, até então o motivo foi ele estar pedindo dinheiro, aparentemente o levaram sem a Isabella (sua cachorrinha) e ainda não sei onde e com quem ela está, pois nota-se no vídeo que ao tentarem tirá-la dele a força ela acaba caindo no chão e sai correndo com medo! O real motivo só saberemos com mais informações trazidas por ambas partes e mais filmagens, seja de câmeras das lojas do calçadão ou do COI. Tenho uma admiração por toda e qualquer instituição pública que sirva para defender os cidadãos de bem, mas não posso admitir nem aceitar tamanha troglodilagem com um idoso e uma cachorrinha idosa, nota-se também que o calçadão inteiro estava ao lado do senhor Jadir, que as pessoas pediam para filmarem aquilo, pediam para os agentes o soltarem, mas sem sucesso! Queremos uma explicação plausível para tal ato senhor Felicio Ramuth SENHOR JADIR E ISABELLA, VOCES NÃO ESTÃO SOZINHOS. ELE ESTÁ SOZINHO NA DELEGACIA, SEM ADVOGADO, E NINGUÉM SABE ONDE ESTÁ A CACHORRINHA!! MAS ESTAMOS INDO PRA LÁ!!!!!!

A post shared by Esdras Andrade Araujo (@esdrasandradeoficial) on

Postado por Esdras Andrade, ativista da causa animal, o vídeo causou comoção nas redes sociais e acumula, até agora, 259 mil curtidas, além de 27 mil comentários. Andrade, inclusive, ofereceu assistência jurídica para Jadir, que foi levado sozinho para a delegacia e liberado em seguida. Felizmente, o senhor conseguiu reencontrar seu animalzinho.

Com a grande repercussão do incidente, o prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth, desculpou-se pelas atitudes dos guardas nas redes sociais. “Na minha opinião, essa abordagem excedeu muito o limite razoável do que deveria ter sido feito. Seu Jadir é um senhor de idade, e ainda com uma cachorrinha no colo, me parece que houve um excesso na abordagem”, afirmou.

View this post on Instagram

O senhor Jadir saiu da delegacia e está com a Isabella, estamos indo para o escritório do meu advogado para dar prosseguimento, ele ainda não foi no IML fazer corpo de delito. Reitero meu respeito a toda instituição pública de segurança ao cidadão, inclusive já realizei ações com agentes da GCM, mas infelizmente temos alguns profissionais despreparados. A lei tem que ser para todos!!! Até o momento com todas as testemunhas que conversei afirmaram que o Sr Jadir não estava errado e que este mesmo agente (o mais novo) já foi arrogante com outras pessoas no mercadão. Estamos apurando todos os fatos, além de tudo, ao tentarem tirar a Isabela a força do colo do senhor Jadir a derrubaram e deixaram-a para trás, levando apenas ele para a delegacia.

A post shared by Esdras Andrade Araujo (@esdrasandradeoficial) on

Ramuth também contou qual foi a informação passada pelos agentes sobre o caso: “O que os guardas me passaram é que, ao entrar no mercado municipal, o seu Jadir insistiu em entrar com sua cachorrinha, o guarda impediu e o seu Jadir teria pegado um café e jogado em um dos guardas”. No entanto, ele deixou claro que, independente do motivo, a ação dos agentes foi exagerada. “Na minha opinião, é um excesso na abordagem de um senhor idoso e com uma cachorrinha. Por tanto, em nome da cidade, eu quero pedir desculpas ao seu Jadir”, disse o político, que também afirmou que o caso será investigado e a conduta dos guardas apurada. Veja abaixo:

Confira as reações nas redes sociais: