Câmeras de segurança desmentem cliente que agrediu dona de sorveteria em Campinas; assista

Absurdo! Nesta semana, um homem se revoltou após a dona de uma sorveteria em Campinas (SP) pedir para que ele usasse máscara facial de proteção dentro do estabelecimento. Diante da recusa de Rodrigo Farias Ferronato, a comerciante se negou a vender seus produtos, ao que o rapaz danificou uma cadeira e um cone de segurança do local enquanto disparava uma série de xingamentos contra ela.

O caso aconteceu no domingo (13), no bairro Flamboyant, zona leste de Campinas, e viralizou no começo da semana. Nesta quarta (16), entretanto, o episódio ganhou novos desdobramentos com a liberação das imagens do circuito de segurança da sorveteria que desmentiram a versão dada por Rodrigo inicialmente.

Em uma entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, o homem havia alegado que estava, sim, usando a máscara corretamente e que apenas teve essa “reação exagerada” porque a dona do local teria agredido-o com tapas no braço, empurrão e um soco. “Eu tava com máscara cobrindo nariz e boca, só que pra ela não era suficiente. Quando eu comecei a filmar, ela veio até mim e me desferiu um tapa no braço pra tentar derrubar o celular, me deu um empurrão no peito e um soco de mão aberta na barriga”, contou o vendedor.

Continua depois da Publicidade

No entanto, imagens das câmeras de segurança mostram o homem primeiramente na fila, do lado de fora da sorveteria, sem o objeto de proteção. Dentro do estabelecimento, ele chega a colocar a máscara, mas cobrindo apenas a boca. Além disso, a gravação mostra que a comerciante não deu nenhum empurrão ou soco em Rodrigo.

Rodrigo se defendeu em entrevista, mas sua versão foi desmentida pelas câmeras de segurança (Foto: Reprodução/EPTV)

Pelo contrário, ela se mantém calma ao simplesmente se recusar a vender seus produtos caso ele não usasse a máscara corretamente. Nesse momento, ele ameaça ligar para a polícia. Ela não cede à intimidação, e, por isso, Ferronato decide filmar a cena, colocando o celular na cara da mulher enquanto ela está atendendo outro cliente. Ela, então, realmente dá um tapa em sua mão para que ele tirasse o aparelho de perto.

Diante disso, Rodrigo passa a fazer uma sequência de agressões verbais, chamando a funcionária de “ridícula”, “babaca”, “palhaça” e “filha da p*ta” enquanto aponta o dedo para ela. Quando ela aponta o dedo de volta e pede para ele se retirar, o homem ainda dá um tapa na mão dela. Em seguida, ele sai do local, mas não sem antes chutar e danificar uma cadeira e pisar em um cone de segurança que estava controlando a entrada de pessoas na porta.

Continua depois da Publicidade

Em outro vídeo, gravado por um dos clientes, é possível ouvir que, mesmo após sair da sorveteria, ele continua desferindo xingamentos e ameaças. “Faz alguma coisa comigo para você ver se eu não meto a mão na sua cara. Fala um ‘a’ para você ver o que você vai arrumar. Ficou quietinha, né? Ficou com medinho, né? Seu lixo! Fica olhando aí que você vai ver o que você vai arrumar. Está achando que é comédia aqui? Você não sabe onde você está não”, disparou Ferronato.

Assista aos vídeos:

De acordo com o jornal “EPTV 1”, a proprietária da sorveteria já registrou um boletim de ocorrência e a Polícia Civil informou, nessa quarta (16), que abriu inquérito para “descumprimento de medida sanitária”, no 4º Distrito Policial.

“A unidade busca contato com a vítima para levantar detalhes e testemunhas do ocorrido e orientá-la quanto as medidas cabíveis“, diz a nota da Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP). A Polícia Civil diz que vai analisar imagens gravadas pela câmera de segurança do estabelecimento.