Casal é encontrado morto em apartamento apartamento no RJ. (Reprodução/Redes Sociais)

Casal é encontrado morto em apartamento no RJ; filho chegou a pedir ajuda

Um casal foi encontrado morto nesta quinta-feira (24), em um apartamento no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ulisses Carlos Pourchet, de 45 anos, e Janaína Pourchet, de 44 anos, tinham marcas de tiro na cabeça. Segundo o G1, a Polícia Civil do estado suspeita que Ulisses, que era policial, tenha matado a mulher e depois cometido suicídio. O filho do casal, de 12 anos, testemunhou o crime.

De acordo com a Polícia Civil, uma perícia foi realizada no imóvel, e “agentes ainda realizam diligências para esclarecer o caso”. As investigações estão a cargo da Delegacia de Homicídios da Capital, na Barra da Tijuca. O porteiro e um morador do prédio já foram ouvidos como testemunhas e familiares do casal também devem prestar depoimento para os investigadores.

Os policiais confirmaram que o filho de Ulisses e Janaína estava em casa e ligou para os bombeiros às 22h09 para pedir socorro, mas quando as equipes chegaram o casal já estava morto. Algumas testemunhas contaram que o menino também correu para pedir a ajuda de vizinhos. Os corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal (IML), onde passariam por perícia.

Em entrevista, Letícia Souza, casada com o irmão de Janaína, descreveu a cunhada como uma mulher “feliz, alegre e de Deus, muito boa filha, muito boa mãe, muito boa esposa, uma pessoa de luz”. Quando questionada sobre a relação do casal, a moça disse apenas que os dois tinham um casamento feliz. “Foi um susto. Era um casamento estável, com fotos nas redes sociais mostrando que estava tudo bem”, contou. Ela e o marido vieram de Porto Alegre para fazer o reconhecimento dos corpos.

Continua depois da Publicidade

Em maio deste ano, o casal comemorou 15 anos de matrimônio e Janaína chegou a fazer uma declaração para o marido em seu perfil nas redes sociais. “Bodas de Cristal. Mil vezes digo sim!”, escreveu. A mulher também usava a conta para compartilhar dicas de beleza com os seguidores.

Casal encontrado morto comemorou 15 anos de casamento em maio deste ano. (Foto: Reprodução G1)
Casal encontrado morto comemorou 15 anos de casamento em maio deste ano. (Foto: Reprodução G1)

Ulysses Carlos Pourchet ocupava o cargo de comissário da Polícia Civil na Delegacia do Aeroporto Internacional (Dairj) e era chefe de investigações. Em sua última postagem nas redes sociais, em 14 de junho, Janaína compartilhou uma declaração feita pelo filho, ao contar uma história que envolvia um coleguinha. “Mãezinha, agradeço tanto por ter você”, disse o menino. Ela, por sua vez, respondeu: “Não, filho. Eu que agradeço. Eu que agradeço. Te amo”. O relato descrevia um momento de oração ao lado do garotinho.