Diferença (absurda!) de tratamento entre Boulos e Covas por jornalista em entrevista causa revolta na web: “Esse é o nível”; assista

A corrida eleitoral pela prefeitura de São Paulo chega na reta final e, nesta quinta-feira (26), uma sabatina promovida pelo UOL e pelo jornal Folha de São Paulo deu o que falar na web. Isso porque muitos acusaram os veículos de oferecerem um tratamento diferenciado aos candidatos Bruno Covas (PSDB) e Guilherme Boulos (PSOL).

Durante os últimos segundos da transmissão, a jornalista Thaís Oyama fez uma longa pergunta a Boulos, pedindo que ele deixasse suas considerações finais. Entretanto, ela começa a falar quando restam 45 segundos disponíveis para o candidato e encerra sua fala deixando-o apenas com 6 segundos (!) de resposta. O político, por sua vez, até tentou comentar a questão, mas teve seu microfone cortado logo em seguida porque seu tempo havia acabado.

Assista ao trecho aqui:

Continua depois da Publicidade

É válido ressaltar que Boulos já estava respondendo outra questão quando Oyama o interrompeu para fazer sua última pergunta. Já no caso do candidato Covas, a jornalista pediu que ele fizesse suas considerações finais e respondesse sobre seu tratamento contra o câncer. Ao contrário de seu oponente, o atual prefeito de São Paulo teve 47 segundos para encerrar sua participação na sabatina. Confira o comparativo:

O caso repercutiu muito nas redes sociais, rendendo uma série de críticas por essa cena. O nome de Thaís Oyama foi parar entre os cinco assuntos mais comentados no Twitter, enquanto as sabatinas foram questionadas por várias figuras públicas. Emicida foi um dos que se posicionou. “Esse é o nível do jornalismo que depois vem te pedir apoio em nome da Democracia. Lembre-se disso sempre”, escreveu o rapper, compartilhando o vídeo.

A economista Laura Carvalho, colunista do Nexo, também ficou incrédula: “Isso é real? Se for é inacreditável”. Outro perfil ainda brincou sobre a diferença de tratamento: “Candidato Bruno Covas, nesse terceiro bloco o senhor vai degustar uma tábua de queijos apresentadas pelo nosso sommelier durante 3 minutos, na réplica o REVOLUCIONÁRIO ANTI DEMOCRÁTICO GUILHERME BOULOS TEM 15 SEGUNDOS PARA TENTAR FUGIR DE 3 TIROS DE 38 A 15 METROS DE DISTÂNCIA”.

Alguns perfis enxergaram certa ironia na cena e também comentaram o episódio com memes. Dá uma olhada:

Continua depois da Publicidade

Veja mais reações:

Continua depois da Publicidade

[Atualização às 19h30]

Com a repercussão do caso, o UOL publicou uma nota assumindo o erro durante a condução da entrevista e disponibilizou espaço para que Boulos concluísse sua resposta. Thaís Oyama também pediu desculpas pela atitude. “Errei ao não ter atentado para o cronômetro e feito a última pergunta quando já era tarde demais. Peço desculpas ao candidato”, afirmou a jornalista.

O portal também reiterou seu posicionamento ao hugogloss.com em resposta a um tuíte relacionado ao caso. Veja abaixo:

Confira a sabatina de Guilherme Boulos na íntegra:

Veja a sabatina de Bruno Covas na íntegra: