Em live com a esposa, pastor do Paraná chama fiéis de igreja de periferia de “moreninhos, encardidos e sujos” e é acusado de racismo; assista

[Atualização feita às 18h41 no final da matéria] Que absurdo! O pastor Rodrigo dos Santos e sua esposa, a também pastora Jessica Maciel, causaram revolta nas redes sociais, após se referirem aos fiéis mais pobres que frequentavam a Igreja Batista do Calvário, como “moreninhos, encardidos e sujos”. Segundo o ‘Diário do Centro do Mundo’, o casal lidera a instituição religiosa, em Toledo, no Paraná.

As falas foram proferidas durante uma live, que teve trechos divulgados na noite dessa terça-feira (16). Rodrigo recordava o momento em que viu a esposa pela primeira vez em um culto, quando disse que ela se “destacou” no meio dos demais, por ser loira.

“Pra quem é de Toledo e sabe, a Igreja Batista do Calvário fica na Vila Pioneira, que é uma região mais pobre. E na região da Pioneira a gente não via loira, né, como a minha esposa, e quando ela veio pro culto, tipo, destacou, porque o pessoal [que frequenta a igreja] é tudo assim mais classe pobre, moreninho, meio encardido, um povo meio sujo… mas ela veio e pensei: ‘Essa aí é da zona mais nobre da cidade'”, declarou o pastor.

“Mais moreno, queimado do sol… Ai que dó! Não é assim não”, divertiu-se Jessica, com os comentários do marido. “Eu era de lá, não era da zona mais nobre não”, complementou. Assista ao vídeo abaixo:

A gravação logo caiu na web e foi veementemente repudiada pelos internautas, que apontaram racismo no discurso. “Tenho nojo desses falsos cristãos… NOJO. Gente hipócrita, ruim, falsa”, disparou um usuário. “É preciso urgentemente discutir o racismo nas igrejas”, constatou outra.

“Olha a satisfação na cara dela por não fazer parte do ‘povo encardido'”, observou uma terceira. “Racismo com um sorriso nos lábios… a cara do Brasil. Como ‘encardida’ e cristã, desejo que os membros desta igreja tenham líderes que os representem de verdade e expurguem estes imbecis”, desabafou mais uma. Confira mais reações:

Indignadas e revoltadas com a postura do casal, muitas pessoas se juntaram e denunciaram os perfis dos pastores no Instagram. As contas identificadas como @pr.rodrigodossantos e @pra.jessicamaciel já não estão mais disponíveis na plataforma.

[Atualização às 18h41] Após a repercussão, o pastor Rodrigo dos Santos voltou ao Instagram para “se redimir de um ato grosseiro”, em suas palavras. “Não era minha intenção de forma alguma magoar alguém ou ser racista”, alegou. Ele também pediu “perdão” pelo ocorrido. Assista abaixo: