Funcionário de restaurante é agredido por cliente após pedir comprovante de vacinação em Alter do Chão (Reprodução; G1)

Funcionário é agredido por cliente após solicitar comprovante de vacinação em restaurante no Pará; assista

Na noite desta quarta-feira (15), o funcionário de um restaurante em Alter do Chão, em Santarém, no Pará, foi agredido após solicitar que um dos clientes apresentasse o comprovante de vacinação contra a Covid-19. Como forma de incentivo à imunização, no distrito existe um decreto que exige que os frequentadores de estabelecimentos estejam completamente vacinados. As informações são do G1.

As imagens da agressão foram capturadas pelas câmeras de segurança do local e mostram quando o homem chega próximo ao recepcionista, descalço e usando a máscara de forma incorreta. O funcionário tenta barrar a entrada, mas é atingido com golpes e um empurrão. Após este momento, o homem entra no estabelecimento. Ainda no registro, é possível perceber que a atitude agressiva assustou os outros clientes do local. Assista:

Segundo relato da dona do restaurante à TV Tapajós, afiliada da Globo no estado, o agressor chegou acompanhado de um casal de amigos, que apresentou o comprovante e entrou sem maiores problemas. Após o episódio, ela solicitou que o envolvido saísse do local.

Agora, o caso foi encaminhado para a Divisão de Vigilância Sanitária e um boletim de ocorrência estava previsto para ser registrado nesta quinta-feira (16), na Polícia Civil de Santarém. O G1 também tentou entrar em contato com o homem que desferiu a agressão, mas ainda não conseguiu obter retorno.

Em nota, a direção do restaurante informou que sente falta da ajuda do poder público, principalmente pela ausência de campanhas de conscientização efetivas e fiscalização. Com isso, segundo eles, o controle é feito somente pelos empresários. “Desde o inicio da pandemia, o Restaurante Do Italiano tem sido alvo de diversas críticas via mídias sociais e agressões verbais, por seguir os protocolos e cobrar de todos os seus clientes e cumprimento dos Decretos”, diz trecho da nota.

“A direção do estabelecimento conclui que busca ser exemplo para a comunidade local, trabalhando arduamente para manter a Vila de Alter do Chão protegida, pois entende que é papel de todos como cidadãos e empresários proteger a equipe, clientes e a comunidade no geral”, finaliza o comunicado.

Continua depois da Publicidade

Já a prefeitura de Santarém disse em nota que está prestando todo apoio necessário ao funcionário agredido e ao estabelecimento, e se dispõe a dar suporte jurídico.