Fotojet (2)

Homem é preso por torturar namorada com soco inglês e cassetete durante três dias no RJ; vítima revela como conseguiu fugir

Homem foi detido na capital carioca e possui uma extensa ficha criminal; vítima teve múltiplas fraturas e o rosto desfigurado

Nesta quarta-feira (4), a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu temporariamente Fred Henrique Lima Moreira, acusado de torturar a então namorada e mantê-la em cárcere privado por três dias. A jornalista, de 37 anos, sofreu múltiplas fraturas ao ser agredida principalmente na região da cabeça, com cassetete e soco inglês. O suspeito é investigado pelos crimes de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura. As informações são do UOL.

De acordo com a delegada Natacha Alves de Oliveira, o casal mantinha um relacionamento há cerca de oito meses e, em dezembro passado, a moça já havia sido agredida, mas não prestou queixa. No último dia 26 de abril, quando a jornalista foi até a casa do namorado, na Zona Sul carioca, ele a acusou de infidelidade e a agrediu nas pernas, costas e na cabeça. Ela, inclusive, chegou a perder a consciência durante uma noite inteira.

Em depoimento, a vítima afirmou que tentou gritar por ajuda. No entanto, com os golpes, ela fraturou o maxilar, o que a impedia de comer ou falar. Nas outras vezes em que tentou escapar, segundo a mesma, ela era silenciada com um “mata-leão”. No terceiro dia, em uma das tentativas, o suspeito a teria agarrado pelos cabelos e a jogado no chão. Além do rosto, ela apresentou fraturas no crânio e diversos hematomas pelo corpo.

Vítima teve o rosto desfigurado. (Foto: Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação)
Vítima teve o rosto desfigurado. (Foto: Polícia Civil do Rio de Janeiro/Divulgação)

Para fugir, a jornalista contou que aproveitou um momento de distração no dia 29 e teve ajuda do porteiro, indo direto para a delegacia de Copacabana registrar um boletim de ocorrência. A mulher também relatou que, para convencê-la de não o denunciar, o ex alegava que havia sofrido muito na infância ao justificar o “descontrole e a agressão“.

Continua depois da Publicidade

Fred Henrique Lima Moreira foi detido em casa e descrito pela polícia como “um homem altamente perigoso tendo uma extensa relação de anotações criminais”. Junto com ele foram encontrados um cassetete, um soco inglês e uma réplica de uma pistola. Todas as armas foram reconhecidas pela jornalista. Na delegacia, as autoridades identificaram que Fred já possui ficha criminal por violência doméstica, tráfico de drogas, associação ao tráfico, porte ilegal de arma de fogo, ameaça e resistência.