Blitz

Jovem de 25 é presa em MG após avisar sobre blitz em grupos de mensagens; saiba detalhes

Mulher enviou fotos e áudios avisando sobre o ponto de checagem dos policiais

Vixe, deu ruim! Neste domingo (19), uma mulher de 25 anos foi presa em Poços de Caldas, Minas Gerais, após avisar aos colegas sobre uma blitz da Polícia Militar que acontecia na região. A jovem usou um grupo de mensagens para enviar o recado e acabou tendo o número descoberto pelas autoridades.

Segundo o UOL, os policiais estavam fazendo a checagem na Rua Goiânia, no bairro Jardim dos Estados, quando notaram que o fluxo do trânsito diminuiu consideravelmente, principalmente o de motocicletas, que eram o foco da ação. Pouco tempo depois, alguém informou que a blitz estava sendo anunciada em dois grupos de mensagem.

As informações foram enviadas pelo mesmo número de telefone para ambos os grupos. Em um deles, foram divulgadas duas fotos e três áudios, enquanto no outro apenas as imagens foram repassadas. Foi o bastante para que os policiais fossem em busca da responsável.

Mulher enviou a localização dos agentes por aplicativo. (Foto: Unsplash)
Mulher enviou a localização dos agentes por aplicativo. (Foto: Unsplash)

Ao consultarem o sistema, os agentes identificaram a suspeita e encontraram o endereço. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, a mulher foi autuada em flagrante e encaminhada ao sistema prisional da região. No celular, ainda foi encontrado um outro vídeo compartilhado pela jovem, em que um policial militar era chamado de “babacão”.

Continua depois da Publicidade

Vale lembrar que compartilhar a localização dos policiais durante uma blitz é crime. Os acusados podem ser indiciados pelo artigo 265 do Código Penal Brasileiro, no qual consta que “atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública” pode resultar em prisão de 1 a 5 anos.