Surreal! Inauguração de loja de atacado no Rio de Janeiro promove aglomeração e correria, em plena pandemia — assista aos vídeos chocantes!

Surreal! O Brasil já ultrapassa a marca dos 112 mil mortos pela pandemia do coronavírus. Apesar das tristes estatísticas e das recomendações oficiais de distanciamento social, a inauguração de uma loja de atacado causou uma enorme aglomeração nesta quinta-feira (20), na cidade do Rio de Janeiro. As imagens são impressionantes!

Por volta das 10h, os funcionários do Tubarão Atacadão abriram as portas do estabelecimento. Em questão de segundos, um mar de pessoas invadiu o local, enquanto as centenas de indivíduos se espremiam e se empurravam para entrar na loja. Em vídeos divulgados pelas redes sociais, é possível ver que alguns dos presentes até mesmo caíam uns por cima dos outros.

Uma multidão rapidamente tomou conta da loja de atacados, assim que as portas se abriram. (Foto: Reprodução/G1)

Continua depois da Publicidade

Mesmo com a presença massiva de clientes, as filmagens nas redes expuseram que algumas pessoas, incluindo funcionários, nem mesmo se protegiam corretamente com máscaras faciais, deixando o nariz e a boca descobertos. De qualquer forma, nada deteve o “estouro da boiada” na inauguração do estabelecimento – que vende utensílios domésticos, móveis, eletrodomésticos, e outros produtos. Assista a alguns dos vídeos abaixo:

Continua depois da Publicidade

Momentos antes da abertura dos portões, os funcionários da loja aguardavam animados pela entrada dos clientes, sendo que alguns deles até pulavam na expectativa. O evento – rotulado como “mega inauguração” – foi amplamente promovido pelas redes sociais da empresa. De acordo com o G1, alguns anúncios divulgados estimulavam clientes perguntando: “Está preparado para o maior ataque de ofertas de todos os tempos?”.

Rede de lojas se manifesta

Procurada pelo G1, a Rede Tubarão Atacadão alegou que não esperava pela aglomeração de clientes. “Houve um acúmulo inesperado de pessoas, que logo foi controlado pela empresa, mediante organização de filas com o devido distanciamento social, controle de entrada em mais de um acesso à loja e em grupos restritos de pessoas”, disse a empresa, em nota.

A multidão se aglomerou na porta da loja e, pouco depois, se espalhou pelos corredores. (Fotos: Reprodução/Twitter)

Além de buscar solucionar o problema da multidão, a empresa afirmou que teria promovido medidas de prevenção ao coronavírus em suas lojas. [A rede] implementou, em sua rotina, todos os cuidados em relação às normas de prevenção à pandemia de Covid-19, como, por exemplo, limitação a 50% da capacidade de atendimento de cada loja, uso obrigatório de máscara de proteção e disponibilização de álcool em gel”, completou o comunicado.