Musica Erra Troca Missa

Técnico de som erra música em missa no ES e confusão arranca risadas dos fiéis: “Vanderley, não era essa música não”; assista

Os presentes foram surpreendidos e caíram na gargalhada após ouvirem uma música que estava completamente fora do script

E a missa acabou em reggae! Neste domingo de Páscoa (17), fiéis foram surpreendidos por uma situação bem inusitada na abertura do Oitavário da Festa da Penha, em Vila Velha, no Espírito Santo. A cerimônia religiosa foi marcada por uma confusão de músicas, quando um técnico de som errou a canção que seria exibida aos devotos.

Gustavo Medella, o vigário provincial, pediu que os presentes refletissem sobre a letra da música que ele havia separado para tocar. “Eu combinei com o Vanderley, que tá tomando conta ali do som, de colocar o trecho de uma música. Eu pediria que você prestasse bastante atenção nessa letra que nós vamos ouvir agora”, disse ele. Porém, ao invés do que foi programado, o técnico soltou a canção “Sensimillia”, de Collie Buddz. Nos versos, o artista bermudense canta: “Sensimillia / Is the healing of the nation, yeah I” [“Sensimillia é a cura da nação, sim eu”, em tradução livre].

Continua depois da Publicidade

As batidas mais agitadas logo chamaram atenção, destoando do clima da celebração. “Vanderley, não era essa música, não! Mudou a música aí no repertório. Isso aí eu nem sei, é um reggae, é o quê? Acontece, né, governador”, comentou Medella, reconhecendo a confusão que arrancou risadas dos fiéis. “Isso que a música era pra criar um clima de espiritualidade”, brincou o vigário. Assista:

Originalmente, a intenção era causar uma reflexão com a canção “Laços”, de Nando Reis e Ana Vilela, que fala sobre amor ao próximo, empatia e outras virtudes. “Quem abre o coração e ama de verdade / Se doa simplesmente por humanidade / Se coloca no lugar do outro, sente empatia”, diz um dos trechos. No fim das contas, com o término do discurso do religioso, os devotos finalmente ouviram a música.

Continua depois da Publicidade

Mas o momento de confusão foi levado com bom humor, e com a noção de que o erro não foi algo intencional. Nas redes sociais, o momento inusitado da missa também deu o que falar. “Morrendo de rir com o Frei colocando reggae sem querer no meio da missa de Páscoa no Convento da Penha”, escreveu a internauta Luana no Twitter. “Rindo de perder as estribeiras com o padre falando ‘Vanderlei, não era essa música, não’ na missa da Festa da Penha lotada. Simplesmente meteram um reggae”, contou Carol. Veja algumas reações:

Continua depois da Publicidade

Após dois anos, a Festa da Penha voltou a ter uma programação presencial. Os oito dias de celebração prestam homenagem à padroeira do Espírito Santo, numa festa que se estende até o dia 25 de abril. A ocasião é o maior evento religioso do estado.