Cãozinho fiel! Cachorro viraliza após invadir missa e se enrolar na túnica do padre; assista ao vídeo!

Ai meu Deus! Sua dose de fofura diária está aqui. Uma missa celebrada na semana passada no município de Itacurubi, no Rio Grande do Sul, viralizou na web após um cachorrinho ser gravado invadindo a cerimônia.

A moradora local Loane Dorneles dos Santos, que estava na celebração, filmou o momento em que o cão invade a missa e começa a rodear o padre. Abanando o rabo, o animalzinho entra embaixo da túnica do religioso e até chega a puxá-la para chamar a atenção do ser humano.

Quando o vídeo acaba, após quase um minuto e meio, o pet continua por perto. “Hoje essa linda cena aconteceu na missa com o padre Irineu”, escreveu a moradora na legenda. Confira o post, que já tem mais de 67 mil visualizações:

De Odilon Ramos…Que diacho eu gostava do meu cusco. ..bicho não tem alma eu sei bem.Mas será que vivente tem…Hoje essa linda cena aconteceu na missa com o padre Irineu .😍🐶

Publicado por Loane Dorneles Dos Santos em Domingo, 12 de janeiro de 2020

Com tanta fofura, não demorou para o vídeo ganhar o coração dos internautas. “Um anjo de quatro patas”, escreveu uma usuária do Facebook. “Espírito brincalhão, queria testar a paciência do Padre, que passou no teste com louvor!”, acrescentou outro.

“Adoro os padres de hoje que gostam de crianças e animais na missa. Lá, tudo se acalma…”, elogiou outra mulher. “Muito linda a paciência do padre. Aceitou aquela demonstração de amor do cãozinho”, comentou mais um internauta.

Em entrevista o jornal “Diário de Santa Maria”, o padre Irineu Neto Guedes Machado explicou por que o cachorrinho se deu tão bem com ele: os dois moram juntos há três meses, desde que o religioso o adotou.

“Como eu passei o dia no interior rezando missas, acho que ele sentiu a minha falta, porque não parei em casa. Como a casa paroquial fica perto, ele ouviu a minha voz e chegou até a igreja”, supôs o celebrante, que batizou o pet de Seliguedim, em homenagem a outro cão que adotou há 12 anos.

O padre adotou o cãozinho há três meses (Foto: Reprodução/Facebook)

Irineu, então, contou o que aconteceu após o final da gravação. “Eu não quis interromper a minha oração pela metade, por isso continuei concentrado. Depois que concluí o texto, pedi licença aos fiéis e fui até em casa dar ração para ele e, em seguida, retornei para concluir a celebração”, contou ele.

Que momento mais lindo! Os doguinhos estão sempre prontos para melhorar o nosso dia mesmo, né?