Fotojet (3)

Homem é “atacado” por barata e viraliza após postar vídeo do momento: “Traumatizado”; assista

Bruno Stracke deu detalhes sobre o registro divertido, e ainda recordou outro episódio inusitado que aconteceu na mesma noite

Cuidado, cenas fortes estão por vir aqui! Pelo menos pra quem tem medo de baratas… O desenvolvedor de software Bruno Stracke, de 31 anos, viralizou no Twitter nesta terça-feira (12), depois que compartilhou o vídeo em que aparece sendo “atacado” pelo inseto. O “susto” aconteceu do lado de fora de um bar no centro de Porto Alegre, na noite de ontem.

Nas imagens do circuito de segurança, Bruno aparece conversando com uma amiga em uma das mesas que ficam no passeio do estabelecimento. Em certo momento, ele identifica a barata em sua roupa, se sacode e ainda levanta para garantir que o inseto saiu. No entanto, a moça identifica que a “visitante” ainda estava em Stracke, que acaba se desesperando até ver a barata no chão. O momento chama a atenção dos outros clientes, e em um verdadeiro ato heróico, a garçonete aparece para colocar fim na vida da baratinha.

“Acabei de sofrer um ataque de uma barata. Estou horrorizado. Traumatizado. Agora vim passar vergonha aqui também”, escreveu Bruno em seu post compartilhado no Twitter. Muitas pessoas se identificaram com a reação do desenvolvedor, ou pelo menos acharam engraçado. Até o fechamento desta matéria, o vídeo já tinha alcançado 1,6 milhões de visualizações, mais de 112 mil curtidas e 5,6 mil retuítes. “Nunca imaginei [a quantidade de visualizações], até porque tenho pouquíssimos seguidores no Twitter”, contou Stracke em entrevista para o UOL.

Bruno ainda explicou para a publicação que é um frequentador assíduo do estabelecimento, e recebeu o vídeo da câmera de vigilância do proprietário, que se divertiu com o registro. “Ele veio rir com a gente do que aconteceu e disse que ia pegar as imagens das câmeras para rir da minha cara. Ele me enviou e ficou engraçado, aí eu decidi passar vergonha na internet também”, brincou Stracke, acrescentando que naquele dia havia um bueiro quebrado, e por isso, outras baratas foram vistas.

Continua depois da Publicidade

O desenvolvedor ainda fez questão de ressaltar que não é um problema de limpeza do bar. “Do mesmo jeito que elas vieram, elas sumiram. Os corajosos mataram várias. Depois disso, segui minha noite ali. Pedi uma água, me acalmei e segui na minha cerveja”, explicou ao UOL. No Twitter, Bruno ainda revelou outro detalhe inusitado do rolê: “Depois disso, um cara tentou me assustar com um porquinho-da-Índia? Que ele tirou da mochila?”.

Nas respostas do tuíte viral, as reações foram as mais diversas, incluindo pessoas que avaliaram a reação “rindo, mas com respeito” dos outros clientes. Confira os melhores:

Continua depois da Publicidade