Whatsapp Image 2022 06 17 At 13.25.21

Idoso do viral “rindo de nervoso” está em São Paulo, e recria meme em barzinho; vem ver!

O húngaro András Arató viu sua vida mudar em 2010, quando descobriu que algumas de suas fotos haviam se tornado meme na internet

Quem usa redes sociais com certeza já se deparou com a foto de um idoso sorrindo enquanto se dirige para a câmera com um olhar meio angustiado – o famoso “rindo de nervoso”.  Agora, aqueles que estiverem em São Paulo têm a chance de conhecer o homem por trás do meme. Isso porque András Arató, que deu vida ao viral, está passeando pela cidade.

Em sua conta no Facebook, sob o nome “Hide The Pain Harold” (algo como “Harold escondendo a dor”), o húngaro tem compartilhado diversas imagens em solo brasileiro – incluindo uma em um bar na capital paulista. “Dias difíceis em São Paulo“, brincou na legenda. Ele ainda dividiu outros cliques em locais como o Parque Ibirapuera e o bairro da Liberdade.

Captura De Tela 2022 06 17 132636
“Hide the Pain Harold” dividiu com seus seguidores sua visita a São Paulo (Foto: Facebook / Reprodução)

 

Captura De Tela 2022 06 17 132656
Ele visitou o Parque do Ibirapuera na sexta-feira (17). Foto: Facebook / Reprodução

 

Captura De Tela 2022 06 17 145332
O bairro da Liberdade também foi um dos destinos de András Arató (Foto: Facebook / Reprodução)

Depois de ser alçado à fama mundial graças ao meme, o senhor de 76 anos foca em viajar o mundo dando palestras. Antes, no entanto, sua rotina era bem diferente. Ele trabalhou por cerca de 40 anos como engenheiro eletricista, época em que participou de algumas sessões de fotos para um banco de imagens. Em artigo assinado para o jornal The Guardian, András explicou que levava uma vida normal até descobrir que seu rosto era conhecido por toda a internet. “Há uns anos, fiz uma busca inversa de imagens de uma fotografia minha e fiquei chocado ao descobrir que ela havia se tornado um meme. As pessoas na Internet acharam que meu sorriso, combinado com o meu olhar, parecia muito triste“, escreveu.

Continua depois da Publicidade

Achei que as fotos seriam usadas apenas por empresas e sites, mas não esperava os memes. O pessoal colocava texto nas imagens, falando sobre suas esposas terem os deixado, ou dizendo que tiveram suas identidades roubadas ou a conta no banco zerada“, contou. Arató afirmou que inicialmente sua esposa não gostou da maneira como ele foi retratado. “Achavam que eu não era uma pessoa real“, relembrou o agora palestrante.

Depois de aceitar a sua nova identidade, o húngaro revela que sua vida mudou drasticamente. “As pessoas me pedem para falar sobre minha história, para contar sobre o poder dos memes“, escreveu, destacando que já foi convidado para discursar em um TED Talk e para gravar um vídeo do time de futebol Manchester City. András também já foi garoto-propaganda da empresa alemã Otto, além de inspirar uma música da banda Cloud 9+.

Image (2)
Fotos que tornaram o húngaro conhecido mundialmente foram feitas para banco de imagens (Foto: Shutterstock)

Ainda assim, o idoso consegue se distanciar de sua persona na Internet. “Como engenheiro, eu era realmente eu. Agora, é uma encenação: eu sou ‘Hide the Pain Harold’. Mas não me considero um cara triste – na verdade, acho que sou um homem feliz“, concluiu.