Adoção

Jovem procura mãe biológica por anos e descobre que ambos trabalhavam no mesmo hospital; confira

Benjamin Hulleberg havia sido adotado em Utah, nos Estados Unidos, há 20 anos, e buscava pela mãe biológica

Parece história de filme, mas aconteceu na vida real mesmo! Um rapaz do estado norte-americano de Utah, de 20 anos, encontrou sua mãe biológica e descobriu que eles trabalhavam no mesmo hospital há cerca de dois anos. OMG! Segundo os envolvidos, o caso aconteceu no St. Mark’s Hospital, em Salt Lake City.

Benjamin Hulleberg foi adotado recém-nascido e sempre soube que queria conhecer a mãe biológica, Holly Shearer, que engravidou ainda na adolescência. Apoiado pelos pais adotivos, o jovem escreveu cartas, buscou arquivos e pistas, mas não obteve sucesso na procura pela matriarca. “Sempre foi uma conversa muito positiva. Ou meus pais falavam sobre a gratidão que eles sentiam por Holly ou eu falava sobre quão grato eu também era e como gostaria de conhecê-la um dia“, disse ele ao “Good Morning America”.

Durante o processo, Benjamin entrou em contato com uma uma agência de adoção e realizou exames de DNA, em busca de informações sobre a mulher. Sem saber que o filho a procurava, Holly também tentou encontrar o rapaz. “Ele sempre esteve na minha mente. Mais ainda em feriados e no aniversário dele. Era uma montanha-russa de emoções. Pensei nele o tempo todo”, afirmou a moça.

Continua depois da Publicidade

Em 2018, a mãe achou o jovem no Facebook, mas não teve coragem de entrar em contato. Já no ano passado, quando Benjamin completou 20 anos, ela resolveu se identificar, ao mandar parabéns para o filho. “Eu chorei bastante, mas de felicidade. Esse era um dia pelo qual eu esperava há 20 anos e imaginar que aquilo estava finalmente acontecendo era chocante. Foi demais pra mim”, contou ele.

Poucos dias depois da mensagem, os dois resolveram reunir as famílias em um restaurante. Além de levar os pais adotivos, Angela e Brian, o rapaz descobriu que tem um meio-irmão e uma meia-irmã. “Eles tinham a mesma aparência [da época da adoção], basicamente, então foi ótimo. Nós nos sentamos e ficamos conversando no restaurante. Aí, cinco minutos depois, Benjamin chegou, cutucou o meu ombro e eu fui inundada de alegria. Nós ficamos nos abraçando por uns cinco minutos e chorando, eu não consigo acreditar que isso tenha acontecido”, lembrou Holly.

Holly Shearer com Benjamin Hulleberg. (Foto: Divulgação/HCA Healthcare’s St. Mark’s Hospital)
Holly Shearer com Benjamin Hulleberg. (Foto: Divulgação/HCA Healthcare’s St. Mark’s Hospital)

Durante a conversa, eles perceberam que sempre estiveram mais próximos do que imaginavam. Ambos trabalham no St. Mark’s Hospital, ela como assistente médica e ele como voluntário na unidade neo-natal. Isso que a gente chama de coincidência, né?!