Arquiteto Noivo Troca

Jovem “trocado” na véspera de casamento nega versão do ex e fala sobre separação: “Não foi assim”; saiba detalhes

Toda história tem vários lados… e chegou a hora de Dyl Reis relatar a sua versão. Nesta semana, o rapaz, de 23 anos, se casaria com o arquiteto Eder Meneghine. Entretanto, na hora da cerimônia, Eder chocou os convidados ao anunciar que havia “trocado” de noivo. Nesta sexta-feira (10), em entrevista ao Metrópoles, Dyl revelou que o caso não teria sido bem assim.

Os dois realmente se separaram quando faltava pouco para o casamento. Entretanto, Reis alegou que foi ele quem decidiu terminar o relacionamento – ao contrário do que tem sido falado sobre o assunto. “Consegui abrir os olhos antes do ‘sim’. Eu terminei”, disse o jovem, que assumiu ter ficado chateado com a exposição do escândalo.

Arquiteto Noivo Troca2
Dyl Reis negou ter sido “trocado”, alegando que foi ele quem rompeu o relacionamento com o arquiteto. (Foto: Reprodução/Instagran)

O ex-noivo do arquiteto ainda contou o que teria motivado o rompimento. “Não foi assim. Deu tempo de dizer não, optar pela minha liberdade e saúde mental. Eu quero prosperidade na vida. Vi que não era a pessoa certa”, respondeu. Apesar de tudo, Dyl levou a história com bom humor e ainda foi super sincerão, agora que tem recebido vários pedidos de casamento pelas redes sociais. “Alma flutuando de tão leve que está. Já fugi de um, gente. Vi que é suicídio me casar”, ironizou.

Continua depois da Publicidade

Em seu perfil no Instagram, Dyl também parece ter feito referência ao caso. Na última quarta-feira (8), um dia após o matrimônio que deu o que falar, o jovem compartilhou uma mensagem enigmática que dizia: “Na boca de quem não presta, quem é bom nunca valeu nada”. Já na tarde de hoje (10), ele publicou que pretendia expor toda essa situação. “Quero colocar cada qual no seu lugar”, escreveu.

Entenda o caso

Nesta terça-feira (7), o arquiteto Eder Meneghine chocou 120 de seus familiares e amigos mais próximos com um “plot twist” digno de cinema. Isso porque, durante seu casamento, na Ilha da Gigóia, no Rio de Janeiro, o decorador revelou que trocou de noivo. Meu Deus!

Anteriormente, o empresário estava compromissado com o mineiro Dyl Reis, de 23 anos. No entanto, quem subiu ao altar com Eder foi um velho amor – seu ex-namorado, o chef de cozinha Hugo Oliveira, de 44 anos. Em um discurso emocionado, Meneghine contou o que teria motivado a decisão, que aconteceu menos de 24 horas antes da cerimônia.

Eder Meneghine casou-se com um ex-namorado, após romper com o noivo na véspera do casamento. (Fotos: Reprodução/G1)

“Eu errei [durante] vinte anos da minha vida. Errei vinte anos numa coisa que podia ter dado realmente certo”, confessou ele. “Eu tive que trocar os documentos e avisar a vocês o seguinte: eu troquei de noivo. Mas eu troquei de noivo de ontem para hoje. Ontem, às oito horas da noite, eu troquei de noivo. Porque às oito horas da noite, eu percebi que aquela pessoa que estaria aqui agora casando comigo, não seria a pessoa da minha vida”, disse ele, arrancando gritos de comemoração dos convidados.

Continua depois da Publicidade

“Então eu não hesitei, eu simplesmente troquei. Mas eu vou casar hoje porque eu preciso casar aos 60 anos. Chegou a hora de casar. Então, surpreendentemente, eu convidei o Hugo para casar comigo”, declarou, visivelmente emocionado. Na sequência, é possível ver Hugo entrando no espaço da festa aos prantos. Enquanto caminhava até o altar, ao som do clássico italiano “Com Te Partirò”, o chef recebeu muitos beijos, abraços e incentivos jubilantes dos convidados. Olha só:

Em entrevista ao G1, os pombinhos expuseram mais detalhes dos bastidores. De acordo com o arquiteto, por dois meses, ele organizou sua festa dos seus sonhos e desembolsou uma bolada pra isso — foram mais de R$ 250 mil gastos em decoração, estrutura e serviços. No entanto, horas antes do evento, Eder e Dyl teriam tido um desentendimento que resultou na separação repentina do casal.

Continua depois da Publicidade

“Eu o conhecia relativamente muito pouco. A gente se gostava e eu o levei para morar comigo na minha casa. Com o tempo, tive vontade de fazer essa festa de casamento, como já fiz para muitas pessoas, vários artistas. E eu falei com ele: ‘Vamos casar?’. Só que ele tem 23 anos e eu tenho 60. Eu tinha a intenção de ser feliz. E eu achava que fosse ser”, comentou o carioca.

Após saída de Leifert, quem você quer no comando do BBB?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Ainda assim, ele não desistiu da tão sonhada festa e foi neste momento que teve uma epifania. Meneghine procurou o ex-amor, Hugo, com quem manteve uma grande amizade após o término. “Vivi por quase 20 anos com meu grande companheiro, um chefe de cozinha fabuloso. A pessoa responsável até por encaminhar o que eu consegui construir com meus restaurantes. Eu pensei em dar a esse homem, que sempre foi correto comigo, a oportunidade que eu ia dar para uma pessoa que nunca fez nada por mim”, refletiu Eder.

“Por que não casar com essa pessoa que sempre foi correta comigo e garantir para ele direitos civis que ele merece? Por que não garantir um futuro de qualidade? Na verdade, não é que ele seja o grande amor da minha vida, mas eu descobri naquele momento de dificuldade que eu tinha na figura do Hugo Oliveira, o maior amigo e parceiro de toda minha vida. E eu nunca dei pra ele a oportunidade que ele merecia”, continuou.

Continua depois da Publicidade

Segundo a dupla, o convite foi feito assim, de supetão. “Você é o cara da minha vida. Quer casar comigo amanhã?”, perguntou Meneghine, que recebeu uma resposta imediata e positiva do chef, cheia de muita emoção. A surpresa também foi muito grande para os convidados. “Nessa hora foi uma loucura. Teve gente desmaiada, mais de 20 minutos de aplausos, uma vibração com chapéus para o alto. Um êxtase total. A festa foi 10 vezes melhor do que seria. Foram oito horas de evento e 150 garrafas de espumante italiano”, recordou o arquiteto.

Whatsapp Image 2021 09 08 At 17.39.34 3
Entre os convidados, estavam figuras conhecidas da high society carioca, como a socialite Vera Loyola, o cineasta Neville D’Almeida, a baronesa Bete Suzano e a drag Isabelita dos Patins, responsável por levar as alianças do casal. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Ninguém ali nunca vai esquecer aquela noite, isso eu tenho certeza. Mas não vai ser pela beleza do lugar ou pela qualidade da comida e bebida. Mas sim pela surpresa, pela experiência que eles vivenciaram naquele momento”, observou Meneghine.

Continua depois da Publicidade

Ao veículo, o empresário afirmou, ainda, que compartilhou sua história, pois deseja inspirar outras pessoas. “Se eu puder fazer isso, vou ser realizado. Nunca passem pelo que eu passei. Porque eu fui bom, honesto, carinhoso, companheiro e, na verdade, encontrei uma pessoa que não teve a visão como a minha. As pessoas às vezes só pensam em se favorecer diante de uma relação com o outro”, disse.

“Eu fiquei feliz com a adesão dos amigos, com a festa, com a decisão do Hugo. Eu não sou uma pessoa que acredita em Deus, mas eu vou dizer do fundo do coração: mesmo que você queira desenhar o seu caminho, o seu destino, você não é nada se não tiver nas mãos de uma força superior. Nenhum escritor de novela escreveu um enredo como esse”, encerrou.