Macaco é flagrado “amolando faca” em prédio de centro comercial no Piauí, e vídeo viraliza: “É a revolução dos bichos”; assista

Secretaria Municipal do Meio Ambiente do Piauí informou estar ciente do caso e apontou que a responsabilidade de capturar o animal seria do Ibama

Mas o que rolou aqui?! Kkk Recentemente, um morador do Sul do Piauí flagrou um macaco em uma situação um tanto curiosa. No vídeo, que chamou atenção nas redes sociais nesta terça-feira (22), o primata aparece carregando uma faca em um prédio no centro comercial de Corrente, localizado no extremo sul do estado.

O que mais surpreende na cena, no entanto, não é que o bicho está “armado” com o objeto cortante, mas sim o fato de que o macaco parece estar “afiando” o objeto. Eita! Segundo Alessandro Guerra, morador da área, o animal está na região há cerca de uma semana e, desde sua chegada, tem invadido casas e estabelecimentos comerciais. Espia só:

Sem o apoio de uma instituição como o Batalhão Ambiental ou centro de zoonoses, os moradores das redondezas estão procurando uma forma de capturar o animal, já que, segundo Guerra, ele tem danificado e saqueado as casas. “Ele destelha as residências, pega as caixas de sabão e biscoito, além de roupas. Faz uma verdadeira bagunça”, relatou o piauiense.

Continua depois da Publicidade

De acordo com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente do estado, a instituição tem conhecimento do caso do macaquinho e da confusão que ele vem causando em Corrente. No entanto, a organização afirmou que a responsabilidade de capturar o animalzinho seria do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Segundo o g1, o chefe de divisão técnica do instituto, Rômulo Pedrosa, informou, em nota, que o IBAMA não tinha conhecimento do caso até esta semana. No entanto, a organização afirmou que tomará as devidas providências para a apreensão do macaco.

Na web, as pessoas se divertiram com o caso. “Primeiro o elefante, agora o macaco. Essa é a tal revolução dos bichos?”, questionou um usuário no Twitter. “Estão se preparando pra agir para defender a floresta, já que não há apoio do governo federal”, disse outro. Confira mais reações: