Mãe grava filho de 9 anos dizendo que quer se matar após bullying por nanismo e comove a internet; Garotinho ganha viagem para a Disney em vaquinha milionária de comediante

De partir o coração! Uma mãe tem comovido a Internet desde quarta-feira (19), quando publicou o vídeo de seu filhinho aos prantos e pedindo para morrer após sofrer bullying na escola. Quaden Bayles é da Austrália, tem apenas nove anos e nasceu com acondroplasia, o tipo mais comum de nanismo.

A mãe do menino, Yarraka Bayles, publicou a filmagem no Facebook como um pedido de socorro. “Eu seriamente não sei mais o que fazer”, escreveu na legenda. Na gravação, ela mostra o menino aos prantos, falando várias vezes que quer morrer, e conta o ocorrido com a voz embargada.

“Acabei de buscar meu filho na escola, testemunhei um episódio de bullying , liguei para o diretor e quero que as pessoas saibam – pais, educadores, professores – esses são os efeitos que o bullying causa. Por favor, eduquem seus filhos, famílias e amigos. Tudo o que precisa é de mais um instante… e vocês se perguntam por que as pessoas estão se matando. Eu preciso de mais conselhos, quero que as pessoas saibam o quanto isso está nos machucando como família”, explica Bayles.

Continua depois da Publicidade

Yarraka segue revelando que o menino tem pensamentos suicidas todos os dias e episódios na escola ou qualquer lugar público servem como gatilhos. “Esse é um lado que eu não costumo compartilhar e escolho manter em particular, mas nós não conseguimos mais fazer isso”, desabafou ela. “Nós tentamos ser o mais forte possível e apenas dividir as partes altas, mas isso afeta muito uma criança de 9 anos e eu tenho sempre que ficar de olho nele por causa das tentativas de suicídio. É isso que o bullying faz”, completou.

Quaden ao lado da mãe (Foto: Reprodução/
Facebook)

A mãe de Quaden falou que o acompanha 24 horas por dia com medo do que pode acontecer caso o deixe sozinho. Ela também afirmou que já ligou para a escola várias vezes, mas não consegue resolver a situação. “Sempre tem uma nova criança que não sabe sobre a condição de Quaden e faz bullying. Hoje nós vimos um estudante batendo na cabeça dele e tirando sarro da altura dele”, especificou.

Continua depois da Publicidade

Abalada, ela acabou o vídeo com uma mensagem: “Eu costumava dizer ‘apenas ignore’, mas ignorar não resolve o problema! Como ignorar pode melhorar o bullying? Isso precisa ser falado e é isso que eu vou fazer. Toda vez que acontecer algo assim nós vamos fazer um vídeo ao vivo para que as pessoas saibam e, com isso, tentar trazer alguma mudança para que não aconteça com outra família e para não perdermos outra vida para o bullying”. Assista:

This is the impacts of bullying! I seriously don’t know what else to do! ?

Publicado por Yarraka Bayles em Terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Felizmente, a publicação do vídeo viralizou e comoveu várias pessoas, que passaram a mandar mensagens de apoio à mãe e à criança. O post no Facebook teve mais de 400 mil interações e a hashtag “We Stand With Quaden” (Nós apoiamos o Quaden, em português) se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Continua depois da Publicidade

A história de Quaden chegou, inclusive, a pessoas famosas como Hugh Jackman, que deixou um recado em vídeo para o menino nas redes. “Quaden, você é mais forte do que pensa, amigo. E não importa o que aconteça, você tem um amigo aqui. Vamos, por favor, ser mais gentis uns com os outros. Bullying não é ok. A vida já é difícil por si só. Vamos lembrar que cada pessoa ao nosso redor está sofrendo um tipo de batalha, então vamos ser gentis”, disse o ator.

Mas quem realmente abraçou a causa foi o comediante estadunidense Brad Williams, que também tem nanismo. Pessoalmente sensibilizado pelo caso, o ator abriu uma vaquinha online e arrecadou (até a publicação desta matéria), US$ 298 mil, cerca de R$ 1,3 milhão, em apenas dois dias.

Continua depois da Publicidade

A meta inicial era garantir 10 mil dólares para colocar um sorriso no rosto de Quaden ao levá-lo para a Disney. Com o aumento, entretanto, Brad prometeu que irá direcionar todo o dinheiro extra para caridades anti-bullying.

“Criei essa vaquinha para dizer a Quaden que o bullying não será tolerado e que ele é um ser humano maravilhoso que merece alegria. Quero trazer Quaden e a mãe para os Estados Unidos, hospedá-los um ótimo hotel e levá-los para a Disney. Isso não é apenas para Quaden, é para todos que sofreram bullying em suas vidas e ouviram que não eram bons o suficiente. Vamos mostrar a Quaden e aos outros que há coisas boas no mundo e que eles são dignos delas”, escreveu o comediante.

View this post on Instagram

There is good in the world! A 9 year old boy with dwarfism named Quaden was being mercilessly bullied at school. After a particularly horrible day, Quaden was in hysterics. His mother taped him crying, saying he wanted a knife to kill himself, and put it on the internet to show people the effects of bullying. This story struck a nerve with me. So I started a GoFundMe to fly Quaden and his mother to America and send them to Disneyland. I set the goal at 10k, as of now we have 18.5k raised! I love all of you. Quaden loves you. We stood up to bullying! Any money leftover after he goes to Disney will be donated to anti-bullying/anti-abuse charities. Thank you so much for your generosity and showing a child there is love in the world. #EndBullying Here is the link to the GoFundMe https://www.gofundme.com/f/lets-send-a-wonderful-kid-to-disneyland

A post shared by Brad Williams (@bradwilliamscomic) on

No dia seguinte, ele teve a oportunidade de conversar com o menino por uma chamada de vídeo e deixou um suspense no ar ao falar sobre o assunto do bate-papo. “Grandes coisas estão para acontecer. Muito obrigado a todos que doaram! Eu estou fazendo tudo que eu posso para garantir que cada centavo vá para uma boa causa”, garantiu.