OMG! Bebê nasce segurando o DIU da mãe e foto surpreendente viraliza na web; Especialistas analisam o caso — veja as imagens!

“Ó, mãe… acho que não adiantou muito, não!”. Ah, se bebês pudessem falar… kkk! Em imagens surpreendentes que viralizaram na web, um bebê recém nascido aparece segurando o DIU da mãe. O objeto obviamente falhou na hora de prevenir a gravidez.

O caso aconteceu no Hospital Internacional de Hai Phong, no Vietnã. De acordo com o jornal Mirror, o obstetra Tran Viet Phuong afirmou que o dispositivo intrauterino veio na mão do bebê quando ele veio ao mundo. O recém nascido o segurava firmemente quando a foto foi tirada.

“Após o nascimento, eu achei que ele segurando o dispositivo era interessante, então eu tirei a foto. Eu nunca imaginei que atrairia tanta atenção”, disse Phuong. Segundo a publicação, a mãe da criança, que tem 34 anos e já tinha dois filhos antes do caçula, colocou o DIU há dois anos. Phuong afirmou que o dispositivo pode ter se movido da posição original, tornando-se ineficaz como contraceptivo, e permitindo que a mulher ficasse grávida. As imagens foram compartilhadas nas redes sociais do hospital, confira:

Em bé rất dũng cảm, phá tan phương pháp KHHGĐ của mẹ để gia nhập bằng được ‘’bể khổ’’ cùng nhân loại! 😅Thật tuyệt vời!#san2dkqthp#san2dakhoaquoctehaiphong#embedungcam#vongtranhthai

Publicado por Khoa sản 2 – Bệnh viện đa khoa quốc tế Hải Phòng em Segunda-feira, 29 de junho de 2020

No entanto, há gente que duvida da história. Entrevistado pelo jornal Correio Braziliense, o obstetra da Maternidade Brasília, Evandro Silva, disse que o bebê alcançar e segurar o objeto é bastante improvável. “A medicina não é uma ciência absoluta, então, a chance, na prática, existe. Mas eu acho que seria quase impossível. É possível, mas dentro uma impossibilidade gigantesca”, analisou o profissional.

Continua depois da Publicidade

Já o ginecologista do Hospital Anchieta de Brasília, José Gomes De Moura Neto, concordou que a probabilidade do bebê segurar o DIU é “quase impossível”, já que o bebê teria que romper a membrana amniótica para tal façanha, e acrescentou que a gravidez com a presença do contraceptivo é incomum: “A gente mede o tamanho do útero para o melhor posicionamento e segurança, mas o que ocorre é que, às vezes, o DIU pode se mover por diversos fatores, logo não pode impedir a fecundação com tanta eficácia ocasionando uma gravidez”.

Bom, se os médicos colocaram o DIU na mão do bebê, ou se ele é uma exceção — e já veio ao mundo cheio de deboche —, a gente não sabe… mas que a foto é boa, ah é!