Que horror! Enquanto faziam TikTok, jovens encontram mala com restos humanos: “Cheiro sufocante”; Polícia confirma caso e dá detalhes sobre assassinatos — assista ao vídeo

Essa sim é uma brincadeira com final inesquecível… Recentemente, um grupo de jovens passou por uma experiência assustadora em Seattle, nos Estados Unidos. Eles usavam um aplicativo que envia coordenadas aleatórias, até que encontraram uma mala com restos mortais à beira do mar. A experiência foi toda registrada pelo Tik Tok – e o vídeo rapidamente viralizou.

Nas imagens, os jovens contaram que usavam o Randonautica para se divertir, até que o app lhes enviou a coordenada daquele lugar com a mala preta, que estava em cima de algumas pedras na praia. “A gente estava brincando que a mala talvez tivesse dinheiro”, disse a conta que publicou o vídeo. Entretanto, o “tesouro” encontrado estava longe de ser o que eles imaginavam…

Assim que eles abriram a mala, o cheiro podre se espalhou pelo ar… (Fotos: Reprodução/Tik Tok)

Logo ao chegar perto, uma voz exclamou: “Isso fede”. Então, eles abriram a bagagem e… surpresa! Um saco preto que fedia ainda mais. “Assim que ela abriu a mala, o cheiro se tornou sufocante”, mencionou o texto. Naquele momento, surgiu a suspeita do que seria o conteúdo do plástico – foi então que os jovens ligaram para a polícia. “Okay, ela tá ligando para a polícia, pra que a gente saiba se é um corpo, ou se é só comida”, continuou o narrador.

Assista às imagens aqui:

@ughhenrySomething traumatic happened that changed my life checkkkk 😐🥺 @natthecvt ##fyp ##viral ##crime ##murder ##randonautica ##randonauting ##scary ##washington♬ Creepy, scary, horror, synth, tension – Sound Production Gin

Investigações da polícia

Como os próprios jovens suspeitavam, a mala realmente continha restos humanos. De acordo com o Buzzfeed News, a polícia de Seattle confirmou a informação e os amigos têm sido interrogados pelo que aconteceu. “A polícia respondeu a um chamado de uma mala suspeita encontrada na praia… Uma outra mala foi encontrada no mar. Após a confirmação de que o conteúdo na mala era restos humanos, os detetives iniciaram as investigações”, informou a corporação, em um comunicado.

Após as investigações, o vídeo do grupo atingiu uma proporção enorme, ultrapassando a marca de 20 milhões de visualizações no Tik Tok. As investigações, por sua vez, também trouxeram resultados. De acordo com o canal de TV KING 5, os restos mortais pertenciam a Jessica Lewis, de 35 anos, e de Austin Wenner, de 27 anos – que foram mortos a tiros em 16 de junho.

Randonautica se manifesta

A história da mala se torna ainda mais intrigante ao analisarmos que os jovens chegaram ao local após as coordenadas aleatórias do Randonautica. Procurada pela reportagem do Buzzfeed News, a empresa disse que estava “chocada com essa coincidência extremamente infeliz”, defendendo que teria sido um fruto do acaso.

De acordo com o Randonautica, eles também contataram os jovens para tratar do ocorrido. “A primeira coisa que fizemos foi entrar em contato com os jovens para saber se estavam bem. Enviamos uma mensagem explicando que a intenção do Randonautica não é levar seus usuários a experiências traumáticas como essa”, contou a empresa, numa declaração ao site.

Os jovens apenas chegaram ao local após seguirem coordenadas do app Randonautica. No entanto, o aplicativo defende que isso foi uma “coincidência infeliz”. (Fotos: Reprodução/Tik Tok)

Segundo o porta-voz do app, “não existe como haver interferências, ou fornecer coordenadas específicas”, e as direções seguidas pelo grupo de amigos teriam sido “realmente aleatórias”. “As coordenadas são aleatórias, por isso os usuários são os responsáveis por suas aventuras serem seguras!”, completou o comunicado. Só podemos afirmar uma coisa, os “challenges” dessa rede estão indo longe demais…