Tá repreendido! Mãe se assusta ao ver ‘mulher fantasma’ cuidando de seus filhos em ‘babá eletrônica’, e desfecho da história viraliza nas redes; vem entender!

O sangue de Jesus tem podeeer, tem poder, tem poder… A história – meio assustadora – de Leila Livingston está bombando nas redes. A pobre coitada levou um baita susto ao ver através da ‘babá eletrônica’, uma “moça fantasma”, sentada no sofá, ao lado de seus filhos. Eu facilmente teria surtado!

A mulher, que mora no norte da Califórnia, EUA, disse, em uma publicação no Facebook, que sentiu seu coração parando por alguns instantes. Rapidamente, ela desceu as escadas para salvar os filhos da tal desconhecida, mas se deparou com as crianças sentadinhas, assistindo a “O Rei Leão”, ao lado de um grande vazio no sofá. Ué?!

Ao perguntar sobre a mulher para os filhos , que nada haviam visto, Leila percebeu que poderia se tratar de um espírito. Tá repreendido, em nome do Senhor! “Subi as escadas correndo para tentar ver o fantasma na câmera de novo”, escreveu ela.

Vai quebrando senhor, toda maldição e feitiçaria… (Foto: Reprodução/Facebook)

E lá estava ela. Parada. Observando seus filhos. Prestes a ligar para sua mãe e pedir por socorro, Leila finalmente conseguiu entender o que estava acontecendo. Ela notou que as imagens do monitor estavam estáticas, ou seja, o aparelho estava travado em um frame gravado momentos antes.

Sim. A mulher fantasma, no final das contas, era a própria Leila! “Era eu. Eu era o fantasma no sofá”, conclui no post. Kkkk Gente, como ela não percebeu isso?! Acho que o susto foi tão grande que ela nem mesmo se reconheceu! Não vou julgar, porque, no lugar dela, eu já tinha caído pra trás!

Passado todo o susto, a família ganhou uma história hilária para contar. “Eu ri tão alto que quase estava chorando”, disse a mãe ao portal Kidspot. E o post no Facebook está bombando, com quase 30 mil compartilhamentos! Veja o texto de Leila na íntegra abaixo:

Gente. Essa foi a coisa mais assustadora que já vivi. Estava me arrumando para sair com meu marido. Isso significa que estava me maquiando, arrumando o cabelo e escolhendo uma roupa. Isso é difícil de se fazer, quando você tem duas crianças e um bebê sozinhos com você. Como eles são obcecados pelo ‘O Rei Leão’, decidi colocar o filme para que eles assistissem enquanto eu me arrumava. Estavam quietinhos no sofá. Jayces estava na cadeirinha ao lado deles. Liguei a câmera e estava os monitorando do andar de cima. De vez em quando eu dava um pulinho lá em baixo para checar, e em todas as vezes eles estava sentados no mesmo lugar, vendo o filme. Mas aí, de repente, eu vi uma adulta sentada no sofá olhando pra eles, como se não fosse nada demais. Meu coração parou. Corri para o andar de baixo e ninguém estava lá. Eu ACABEI de ver a mulher, 10 segundos atrás. As crianças estavam sentadas nos mesmos lugares. Como essa pessoa pode estar na câmera, mas não ali? Assumi que era um fantasma! Subi correndo, olhei a tela e ela ainda estava ali, sentada no meu sofá! Liguei em vídeo para minha mãe, para que ela visse o fantasma. Assim que fui mostrar pra ela, entendi. Por algum motivo, a imagem de momentos antes estava congelada na tela. Era eu. Eu era o fantasma no sofá“.