Whats (1)

WhatsApp anuncia grupão com milhares de usuários e mais várias funções inéditas, mas faz exceção no Brasil; entenda

O aplicativo esperará o final das eleições no Brasil para lançar seu novo recurso, chamado “comunidades”

Mudanças à vista! Nesta quinta-feira (14), o WhatsApp lança um novo recurso batizado de “comunidades”, ainda em período de testes. Essa ferramenta funcionará como local para abrigar vários grupos de uma vez, unindo milhares de usuários. Atualmente, cada grupo permite, no máximo, 256 pessoas.

Alguns usuários poderão testar o recurso nos próximos meses. No Brasil, o aplicativo se comprometeu com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a segurar a estreia das “comunidades” para depois do segundo turno da eleição presidencial, marcado para 30 outubro. Entre essa data e a posse do presidente, entretanto, a empresa não prometeu o adiamento.

Os principais alvos da nova função são escolas, empresas e moradores de prédios. “Acreditamos que as comunidades tornarão mais fácil para um diretor de escola reunir todos os pais e responsáveis para compartilhar avisos importantes e criar grupos para turmas específicas e atividades extracurriculares ou voluntárias“, disse o aplicativo, em nota.

Continua depois da Publicidade

Não se sabe como o WhatsApp fará para impedir que as comunidades sejam usadas para espalhar desinformação política ou sanitária. Nas “comunidades”, os administradores ganharão mais “poderes”, conseguindo enviar avisos para os membros dos grupos – como ocorre no Telegram -, e apagar conteúdos que considerem impróprios. Depois da exclusão, constará no chat, uma notificação informando – “Mensagem apagada por um admin”, e a identificação do responsável pela ação.

No começo, o “grupão” teria limite para 10 grupos com 256 usuários, totalizando até 2.560 integrantes. O aplicativo estuda a possibilidade de aumentar o número de pessoas nos grupos para 512 e de permitir a entrada de mais grupos em cada comunidade.

Wp
Nova função permitirá criar um grupo de grupos. (Foto: Divulgação)

Além disso, outra função foi liberada hoje: chamadas com até 32 pessoas. Antes, a plataforma aceitava apenas 8 pessoas nas ligações. Uma nova interface acompanha a atualização, permitindo uma visão melhorada dos usuários participando da chamada e indicando quem está com a palavra.

Mais algumas novidades serão lançados ao longo dos próximos meses. Assim como acontece no Instagram, o aplicativo passará a permitir que as pessoas reajam às mensagens com emojis. O limite dos arquivos enviados pelo WhatsApp também aumentará, passando de 100 MB (megabytes) para 2 GB (gigabtyes).