Vídeo: Dançarinos do ‘meme do caixão’ incentivam isolamento social, e mandam recado poderoso sobre cuidados contra coronavírus; assista!

Updates no meme! Nos últimos meses, os carregadores de caixões de Gana se tornaram uma das maiores sensações da Internet. Com sua repercussão e alcance, nesta terça (05), eles resolveram usar as redes sociais para mandar uma mensagem importante sobre o coronavírus.

No vídeo divulgado hoje no Twitter, Benjamin Aidoo, líder do grupo, discursou enquanto todos os seus parceiros apareciam usando máscaras ao fundo, homenageando profissionais de saúde ao redor do globo. “Nós gostaríamos de agradecer a todos os médicos do mundo”, disse, puxando uma salva de palmas.

Na sequência, o carregador de caixão deu seu recado bem direto, com direito a uma risada no final: “Agora lembre-se, fique em casa, ou dance com a gente”. Com um incentivo poderoso desses, quem foge da quarentena? Kkkk Vem ver:

Continua depois da Publicidade

Se você esteve na web nos últimos meses, certamente já deve ter visto os vídeos virais desses funerais! Os vídeos trazem cenas de finais trágicos, seguidas de um vídeo mostrando os carregadores de caixão, dançando ao som da música eletrônica “Astronomia”, de Vicetone & Tony Igy.

Os carregadores de caixão criaram um forte costume no país, com seus cortejos fúnebres animados. (Foto: Reprodução/Twitter)

Para nós, a marcha fúnebre toda animada pode parecer uma brincadeira, mas isso é algo bastante comum em Gana, país localizado no Golfo da Guiné, na África Ocidental. O movimento foi criado em 2012 por Aidoo, que é agente funerário.

Em entrevista à BBC, feita em 2017, ele explicou que a adição de coreografias aos cortejos seria apenas mais uma opção disponível dentre os serviços oferecidos aos seus clientes. “Quando o cliente vem até nós, perguntamos: ‘Você quer algo solene ou um pouco mais teatral? Ou talvez uma coreografia?'”, explicou Benjamin.

No continente africano há diferentes tradições funerárias, como enterros festivos, para celebrar a boa vida do falecido, e não necessariamente lamentar a morte com pesar. E há quem pague milhares por uma despedida como essa! Dependendo da importância da pessoa para a sociedade, a animação pode custar um valor de R$ 80 mil, segundo a fonte.

Os memes

As montagens geralmente mostram momentos “fail” de alguém, ou atitudes questionáveis que acabam dando bem errado, como saltar de um bungee jump sem checar as cordas de segurança, ou se atrapalhar todo num balanço infantil. Separamos alguns deles pra você conferir! Dá uma olhada:

Continua depois da Publicidade

Continua depois da Publicidade

Impagável, né?! Para conferir uma coletânea completa das melhores versões e saber mais da história do “meme do caixão”, clique aqui.