Vídeo: Emocionante! Avô com Alzheimer decora e canta música feita especialmente pelo neto em sua homenagem: “Foi um choque”

Emocionante! Nesta semana, um vídeo viralizou na internet por mostrar como o poder da música pode fazer coisas extraordinárias, e que não existem barreiras para se manter unido àqueles que amamos. O jovem Lucas Laypold, de 20 anos, publicou em sua conta no Twitter uma gravação em que canta, ao lado do avô, uma música feita especialmente para o senhor, que tem Alzheimer há cerca de quatro anos. Apesar da doença, ele não se esqueceu da letra composta pelo neto.

Em entrevista ao Uol, o rapaz explicou que a composição foi a forma que ele encontrou para expressar seus sentimentos depois da descoberta da doença do avô, Daniel Casagrande. “A minha maneira de lidar foi com a música. Pensei em fazer uma para que ele nunca se esquecesse de mim. Eu compus e cantei para ele algumas vezes. Mas ontem eu escutei o vô cantarolando o refrão na sala e não acreditei. Como ele tinha lembrado dela?”, disse.

Quando perguntou para o vô de onde ele tinha aprendido aquela canção, acabou sendo surpreendido: “É aquela que tu canta para mim!”. Foi aí que Lucas decidiu registrar o momento e dividir com seus seguidores. “Eu pensei, brincando, e falei: ‘se tu tem Alzheimer e decorou a música, todo o mundo tem que saber'”, falou. A publicação foi feita ontem (27), e já reúne mais de 3 milhões de visualizações, 400 mil curtidas e 115 mil compartilhamentos.

“É genial ele ter decorado a música, ele não lembra de muita coisa. Decorar a música foi um choque. Eu fiz a letra de coração, fiz porque precisava prestar essa homenagem. Postar na internet foi muito improviso. Não imaginava mesmo que chegaria a tantas pessoas. Não estou sabendo meio que lidar”, contou.

O post chegou ao conhecimento de dois grandes nomes da música brasileira atual: Marília Mendonça e Vitor Kley. “Coisas lindas demais para serem vistas só uma vez e não retuitadas”, compartilhou a cantora. Lucas é músico, mora em Porto Alegre, e tem um amor gigante por Casagrande, que cresceu ainda mais depois da descoberta da doença. “A gente cuida muito do vô. Moro com ele e minha avó, temos uma conexão muito forte. E vou cuidar até o fim”, declarou.

Não bastasse o momento lindo, Lucas ainda deu um conselho valioso para famílias que passam pela mesma situação. “O que eu quero mesmo falar para quem tem que lidar com a doença é: sejam felizes com as pessoas que vocês amam. Ache graça quando ele esquecer o nome de alguma coisa. Se vocês não lembrarem dos momentos felizes, não vai ter adiantado nada. Por isso esse vídeo é tão importante para mim. A pessoa está com a doença? Então vou curtir até ela não se lembrar mais de mim. É fazer palhaçada, brincar. No fim, é dar muito amor”, afirmou.