Homem Deixa Casamento Por Ucraniana Widelg

Refugiada ucraniana que ficou com marido de mulher que a abrigou dá sua versão do caso, e revela o que teria acontecido

A jovem de 22 anos decidiu se pronunciar, após perceber que outros ucranianos estavam sendo prejudicados por conta de sua história

A história do britânico Tony Garnett e a ucraniana Sofiia Karkadym tem dado o que falar na gringa, após o segurança largar um casamento de 10 anos e duas filhas para viver com a refugiada de 22 anos que estava abrigada em sua casa. Em entrevista ao The Sun, a jovem deu sua versão da história, e negou ser uma “destruidora de lares”, como tem sido chamada nas redes sociais pelos internautas.

“Eu não sou uma destruidora de lares. Isso é besteira”, começou Sofiia, que não poupou alfinetadas para a ex-esposa do seu amado. “Eu nunca pensei ou planejei entrar na casa deles e tirar Tony de Lorna. Eu gostava da família. Passei muito tempo com Lorna e tentei ajudá-la. Mas ela tinha duas caras”, afirmou.

Segundo a ucraniana, foi a mulher de Tony que, sem querer, incentivou a aproximação dos dois com crises de ciúme e inventando situações que nunca existiram. “Ela criou essa situação constantemente sugerindo que algo estava acontecendo quando não estava. Então isso é culpa dela. O relacionamento deles estava errado. Nada disso é minha culpa. Foi minha decisão de sair quando o fiz, e Tony optou por vir comigo”, minimizou.

Continua depois da Publicidade

Para a publicação, Karkadym explicou que estava se abrindo a respeito da história não apenas para se defender, mas por receio do seu romance prejudicar outros refugiados ucranianos que possam perder a oportunidade de serem abrigados no Reino Unido. A jovem contou que nem mesmo a família viu com bons olhos tudo que aconteceu.

0 Sonya 1jpg
Sofiia culpou a esposa de Tony por fazer com que eles se aproximassem. Foto: Reprodução

“Meus pais disseram que estavam envergonhados e não podem nem sair por minha causa. Dizem que ninguém no Reino Unido aceita ucranianos. Toda família do Reino Unido agora vai pensar: ‘Não posso acolher uma refugiada, porque ela vai tirar meu marido de mim’. É mais do que sobre mim, Tony e Lorna”, avaliou.

Sofiia Karkadym pediu que as pessoas não se deixem influenciar pela história dela e de Garnett. “É mais profundo. É sobre tudo, sobre a guerra, refugiados, ajudar as pessoas, tudo. No meu país, é importante que os refugiados recebam a ajuda de que precisam e isso fez o oposto. Agora tenho pessoas escrevendo para mim dizendo que sou uma pessoa horrível, que fiz uma coisa ruim pelo meu país. Todo mundo no Reino Unido está pensando a mesma coisa porque eu tiro o homem da família, mas tudo isso é mentira”, declarou.

Continua depois da Publicidade

O novo casal do pedaço já tinha contado para a publicação que eles se sentiram atraídos assim que se viram pela primeira vez e, dias depois, Garnett decidiu que passaria o resto de sua vida com Sofiia. Ele pediu o divórcio de sua esposa, Lorna Garnett, e se mudou com a ucraniana para a casa dos pais dele. Lorna, por sua vez, explicou também ao The Sun que percebia o interesse da refugiada, mas jamais pensou que o marido também se atrairia por ela.

Nintchdbpict000734336596
Tony cedeu à ideia de Lorna em abrigar um refugiado da guerra da Rússia contra Ucrânia. Foto: Reprodução

Ela estava de olho em Anthony [Tony] desde o início, decidiu que o queria e o levou. Ela não se importou com a devastação que deixou para trás. Tudo o que eu conhecia virou de cabeça para baixo no espaço de duas semanas”, contou. A ideia de acolher uma refugiada, inclusive, veio de Lorna. Sofiia deixou Lviv e desembarcou em Manchester no dia 4 de maio. “Decidi que era a coisa certa a fazer, colocar um teto sobre a cabeça de alguém e ajudar quando eles estavam em uma situação desesperada. E foi assim que Sofiia me pagou por ter dado um lar para ela”, indignou-se a mulher traída. História de novela, né?!