Youtuber faz tatuagem do rosto de Romero Britto chocado após obra quebrada, e vira alvo de gordofobia: “Fiquei assustado”

Na última semana, bombou nas redes um vídeo em que a dona de um restaurante em Miami, EUA, aparece furiosa, quebrando uma obra de arte de Romero Britto na frente do brasileiro. O viral não só divertiu muita gente, como inspirou um youtuber de Vila Velha, Espírito Santo, a tatuar na barriga a reação de espanto do artista plástico!

Mesmo sem ser fã de Britto, Ricardo Sacht Neto, dono do canal “Café com Satanás”, topou um desafio proposto por um amigo tatuador e gravou o rosto do artista pernambucano na pele. Entretanto, o que era para ser apenas uma brincadeira, acabou se tornando motivo de ataques gordofóbicos na web.

Continua depois da Publicidade

“Não imaginava que fosse repercutir desse jeito. Mas tenho recebido muito xingamento só porque sou gordo”, contou ao jornal Extra. Por sorte, o youtuber disse não se abalar com as críticas. “Não estou nem aí. O corpo é meu e faço o que quiser. Se quisesse ser magro, eu seria. Sou atleta desde sempre, faixa roxa de jiu-jítsu. Ao invés de falarem da tatuagem, passaram a dar importância para minha barriga. Parada estranha, fiquei assustado. Nunca imaginei que seria dessa forma”, ressaltou.

Segundo amigos de Ricardo, o próprio artista plástico teria compartilhado a imagem da tatuagem nos Stories do Instagram, desaprovando-a. “Romero Britto compartilhou uma imagem e disse: ‘tem otário para tudo’. Estou nem aí para o que ele pensa. Ele tem que me agradecer. Olha a cara feia dele, tem que me agradecer pela homenagem, porque ele é horrível. Se ele quiser me bater porque fiz a tatuagem, ele vai ter problemas. Sou grandão, forte e considerado casca-grossa no meu bairro. Vai ser difícil para ele”, declarou, aos risos.

Ainda à publicação, o serralheiro de profissão explicou de onde veio a ideia de marcar o retrato de 20 por 15 centímetros, do rosto de Britto, em seu corpo. “É uma tatuagem de verdade, vai ficar para sempre (risos). O Victor, que é meu amigo de infância, lançou [a ideia] num grupo e perguntou se alguém tinha coragem de fazer. Ele e a esposa já sabiam que eu iria aceitar. Tenho tanta tatuagem besta, lógico que me ofereci. Eu gostei da ideia da tatuagem e escolhi fazer no lado direito da minha barriga. Ele ia fazer preto e branca, mas na hora dei a ideia de usarmos as cores da obra quebrada no cara que aparece com ele no vídeo”, contou.

Dono do estúdio “Teto Preto Tattoo”, em Vila Velha, o tatuador Victor Augusto por sua vez, admitiu que a inspiração veio após receber um sticker de Romero “assustado”, em um grupo de WhatsApp. “Quando vi a figurinha, pensei: ‘Alguém precisa tatuar isso aqui’. Minha esposa lembrou do Ricardo, porque é muito divertido, brincalhão e gosta dessas tatuagens. Ele topa mesmo. A princípio, achei que fosse ficar só na zoeira de amigos, mesmo. Talvez, virasse um meme. Mas no final das contas muita gente viu, não imaginávamos que iria rodar tanto. Nem mesmo chegar no Romerto Britto ou num site jornalístico”, frisou.

Ao todo, Sacht possui 18 tatuagens, e a primeira delas foi feita quando ele tinha 18 anos. Diferentão, o youtuber não gosta de desenhos mais tradicionais ou com algum significado, como a maioria das pessoas. “Gosto das tatuagens sem sentido. É o meu estilo e todo mundo sabe. Tenho uma baleia abraçando uma gata, assim como uma sereia bebendo cerveja. Tenho também um gato com uma faca na boca, uma canela verde — que é como quem é de Vila Velha é chamado — mas podre. Enfim, são tatuagens aleatórias e que ninguém tem. Minha esposa, a Pâmela, também é adepta das tatuagens estranhas”, concluiu o pai de Adrian, de 11, e Isabella, de 6.

(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Entenda a história por trás do viral de Romero Britto

O caso ganhou repercussão na quinta-feira (13), graças a norte-americana Faye Pindell, que trabalha na galeria de arte onde tudo aconteceu. De acordo com seus relatos, publicados no Tik Tok, Romero estava em um tradicional meet&greet que faz no final de cada mês com pessoas que compraram os trabalhos de arte dele, quando a mulher apareceu. “A moça é gerente de um restaurante para o qual ele e alguns amigos foram. Aparentemente ele estava sendo desrespeitoso e rude com os garçons. Os funcionários falaram para a gerente e, no final do mês, ela decidiu levar sua própria porcelana que ela quebrou, e custa milhares de dólares, na cara dele”, descreveu Faye.

Continua depois da Publicidade

Ela ainda relatou trechos que não apareceram no vídeo, como a reação do próprio Britto, que teria negado o mau tratamento à equipe do restaurante. “Foi em frente a uma grande plateia, ele estava envergonhado. Ele não parecia saber como reagir e eu meio que me sinto mal por ele, o que é raro. Ele ficava dizendo que não havia tratado os funcionários com desrespeito”, explicou a tiktoker. Confira:

No vídeo em questão, a proprietária do restaurante aparece exaltada, gritando com o artista plástico dentro de sua loja, com um coração de porcelana, da coleção dele, na mão. Em um determinado momento, ela levanta a obra acima de sua cabeça e joga com força no chão, estraçalhando o item. De acordo com o site oficial do artista, a peça quebrada pode variar de US$ 360, o equivalente a quase R$ 2 mil, pela pequena, de 17 centímetros, a US$ 4,8 mil, cerca de R$ 26 mil, pela grande, de 58 centímetros. Assista:

Mais tarde, uma nova e mais completa gravação surgiu, dando mais detalhes do ocorrido. Nele, a mulher foi identificada como a proprietária do restaurante de comida espanhola “Olé Olé Taperia”, localizado em Miami. Momentos antes dela quebrar a obra de arte em mil pedacinhos, o contexto da história foi explicado para Romero Britto.

Continua depois da Publicidade

“Eu sou a dona do restaurante ‘Tapelia’, que fica em frente à sua loja. O meu marido veio e comprou esta obra de arte no meu aniversário, porque eu te tinha num pedestal e te admirava como artista. Eu o tinha como um homem respeitável, pensei, mas estava errada“, diz. O artista tenta se oferecer para assinar o coração de porcelana que está nas mãos da mulher, acreditando que ela estava tendo uma reação mais efusiva com seu trabalho. No entanto, a resposta dela é exatamente o contrário disso. “Não! Eu não preciso que você assine nada”, dispara.

A empresária então relata qual o motivo da sua fúria. “Você foi ao meu restaurante, fez uma reserva para vinte pessoas no café da manhã a US$ 8 (R$ 43), que é barato, e acima de tudo nos pediu um desconto. Ele humilhou minha equipe, pediu que parassem a música, pediu que não falassem. (…) Isso foi humilhante. Achei que você fosse uma pessoa honesta e respeitável, mas lhe falta humildade”, esbraveja, antes de jogar a peça de arte no chão na frente de todos.

Pronunciamento de Romero

Após a repercussão do vídeo, o artista plástico finalmente quebrou o silêncio sobre o episódio — que aconteceu há três anos. Em um comunicado publicado no começo neste sábado (15), ele criticou a atitude da mulher, afirmando que ela colocou a “integridade física” de outras pessoas em risco.

Na nota, publicada no Instagram Stories de Britto, ele ainda diz que foi vítima da situação. “O vídeo do incidente ocorreu em 2017. Todos podem ver que fui vítima de uma pessoa que foi a uma de minhas galerias de arte e quebrou uma escultura que havia ganhado”, explicou ele.

Continua depois da Publicidade

“Uma peça pesada de porcelana que, ao quebrar em pedaços, poderia ter causado danos a mim, a ela ou a qualquer outra pessoa no local”, declarou Romero, acusando ainda a mulher de querer fama. “É lamentável, mas a integridade física das pessoas foi colocada em risco naquele momento. Infelizmente, há pessoas que querem ficar famosas às custas de outros”, criticou.

O artista não falou diretamente sobre as acusações feitas pela mulher no vídeo, de que ele teria tratado mal os funcionários do restaurante dela, mas apontou que nunca quis desrespeitar qualquer pessoa. “Através da minha arte, meu propósito sempre foi o de levar alegria, amor e esperança a todos. Não admito desrespeito e jamais tive a intenção de desrespeitar alguém”, pontuou.

Comunicado de Romero Britto sobre o caso (Foto: Reprodução/Instagram)

Por fim, ele criticou os comentários que leu na internet desde que o vídeo viralizou. “A internet é muitas vezes injusta e as pessoas não estão preocupadas com a verdade. Gostam de confusão, drama, negatividade, de julgar sem analisar os fatos. Vou continuar minha missão de alegrar o mundo, que como nunca precisa de mais amor, felicidade, esperança e otimismo”, concluiu Britto.