Entrevistas

Madeline Brewer, a Janine de ‘The Handmaid’s Tale’, entrega apelidos e clima dos bastidores: “Caneirinhos”

Victoria Nascimento - Publicado em 11/09/2018 às 12:18
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

A série ‘The Handmaid’s Tale’ é uma das produções recentes que mais impactam quem acompanha e é difícil sair imune à força da mensagem e da complexidade dos temas abordados nela. Por isso, o título virou um sucesso mundial e vem angariando cada vez mais fãs.

Como fã assumido, o nosso chefe Hugo Gloss aproveitou a passagem de Madeline Brewer, a Janine, pelo Brasil para divulgar a segunda temporada do seriado e bateu um papo super intenso sobre o processo de criação dos personagens e, claro, descobriu segredinhos dos bastidores.

Madeline entregou que o clima entre as atrizes, já que The Handmaid’s Tale é um título que fala bastante sobre a necessidade da luta pelos direitos das mulheres, é o melhor dos mundos. Segundo ela, até mesmo naquele momento “falha nossa” elas encontram piadas e ninguém reclama de ter que refazer a cena. Uma história curiosa é que a “vilã” Ann Dowd na vida real não tem nadinha parecido com sua personagem Aunt Lydia.

“Ela literalmente chama as pessoas de “carneirinhos doces” ou “anjos e pombinhos”, ela é a pessoa mais doce”, contou Madeline. Mas, essa não é a primeira vez que Madeline faz parte do elenco de uma história empoderada. Em 2013, Brewer foi Tricia Miller em ‘Orange is the New Black’, série da Netflix – naquela vibe presídio feminino e com problemas decorrentes do machismo.

Madeline ainda comentou a necessidade de discutir temas que em ‘The Handmaid’s Tale’ parecem muito distantes da nossa realidade, mas que diariamente vemos não ser:

Tenho visto muitas demonstrações com mulheres vestidas com as roupas vermelhas e gorros para protestar se defendendo, lutando contra questões sobre o aborto e isso é basicamente ‘The Handmaid’s Tale’. Quando você nega a alguém a autonomia sobre seu corpo isso é Gilead (governo totalitário e teocrático cristão chamado República de Gilead em que a série é ambientada). E faz você pensar: ‘eu tenho que fazer alguma coisa'”. Maravilhosa, né?

Para quem quiser acompanhar ‘O Conto de Aia’, ‘The Handmaid’s Tale’, a segunda temporada já está disponível no Paramount Channel, no Brasil! Pra dar um gostinho, deixamos o trailer a seguir:

**Leia também: “The Handmaid’s Tale”: Elisabeth Moss comenta decisão surpreendente de June no último episódio