Galvão Bueno critica Neymar por festa de Réveillon: “Lebron, Hamilton, Messi e Cristiano Ronaldo não estão fazendo festa”; Neto também desaprova jogador — assista

Cartão vermelho da vida real! A assessoria de Neymar Jr negou que o jogador tenha organizado uma grande festa de Réveillon em Mangaratiba, Rio de Janeiro, mas especulações e pistas encontradas nas redes sociais apontam que o evento realmente está acontecendo e sendo promovido pelo esportista. Pelo sim ou pelo não, Galvão Bueno e Neto não pouparam palavras para criticar o possível envolvimento do atleta na celebração, que tem uma lista de convidados com 150 nomes — ou 500, dependendo da versão da história.

Durante o programa “Bem, amigos!”, do SporTV, na segunda-feira (28), Galvão Bueno comentou sobre o assunto e estranhou o fato de Neymar não ter se pronunciado publicamente, ao invés de enviar uma nota por meio da sua assessoria. “Os indícios levam a crer que a festa seja dele. […] Não existe nenhuma palavra do Neymar”, constatou o comentarista, antes de começar a ler a nota enviada pela equipe do jogador.

Galvão chegou a destrinchar o texto, e apontou como as informações não são diretas sobre o que, de fato, está sendo noticiado na imprensa. “‘Não tem festa na casa do condomínio do Neymar Jr’. Isso não tem mesmo, por que a história que chegou até nós parte pelo [jornalista] Ancelmo e parte pelos condomínios da Costa Verde, a informação é de que o condomínio dele [Neymar] é o Porto Belo, a festa estaria sendo realizada no condomínio Aerorural Fazenda Bom Jardim”, detalhou o comentarista, antes de trazer mais dados levantados na apuração feita pela equipe jornalística do programa.

Continua depois da Publicidade

Bueno ainda ressaltou o que já deveria ser óbvio a essa altura do campeonato — o quanto essas aglomerações em festas podem impactar no número de pessoas infectadas pela Covid-19, e consequentemente, aumentar as vítimas fatais. O comentarista voltou a frisar que Neymar Jr, tendo milhões de seguidores em suas redes sociais, e com um histórico de se posicionar sobre polêmicas do passado, precisava esclarecer a questão a respeito da festa.

Galvão Bueno cobrou transparência na história de que Neymar estaria dando uma festa de Réveillon. Fotos: Getty; Reprodução/SporTV

“Seria muito simples o Neymar ir nas redes sociais e dizer: ‘Não fui eu, não tenho nada com isso, não estou lá, não estou fazendo [a festa]!'”, disparou. “Gente, o Lebron James, o Hamilton, o Messi e o Cristiano Ronaldo não estão fazendo festa nenhuma. O Neymar tem direito de fazer a festa que ele quiser, gastar o que quiser, da forma que ele quiser, e ninguém tem nada a ver com isso, mas não nessas circunstâncias, não com o drama que a população está vivendo”, apontou Galvão.

O comentarista acredita que precisa haver uma transparência nessa história e, principalmente, uma responsabilização dos envolvidos. “Nós temos que chegar a uma conclusão definitiva de qual é a responsabilidade dele ou da família dele, ou junto com a empresa, na realização dessa festa. Esse é o lado mais delicado da coisa. Do outro, existe o jogador de futebol e o cidadão. Se ele tem a responsabilidade da festa, esse cidadão está agindo de forma absolutamente errada, absurda, inadequada”, criticou.

Quem também disparou críticas contra Neymar foi o apresentador Neto, do “Baita Amigos”. Ao contrário de Galvão, o profissional fez um discurso bem inflamado contra o jogador, e incluiu na conta Gabigol, que também organizará uma festa de Réveillon, e o influenciador Carlinhos Maia, por conta do “Natal da Vila”, que reuniu diversos convidados. “Num momento tão difícil que nós estamos passando, 200 mil pessoas já vieram a falecer de covid, e você, Neymar, quer dar festa? E você, Gabigol, quer dar festa? Desculpa, gente, não vou deixar de falar isso na abertura do ‘Baita Amigos'”, começou.

Continua depois da Publicidade

“Quando você, Neymar, não sabe o que você representa para as crianças e para o mundo, você tem que dar festa para 150 pessoas? Não pode, velho! Você não pode dar festa! Ninguém pode dar festa na p*rra do que está acontecendo! Ninguém pode! Nem Neymar, nem eu, o Veloso, nem você, nem o Gabigol. E principalmente vocês [jogadores]! Principalmente vocês, que têm as crianças como ídolos (sic), que têm pessoas que veneram vocês”, esbravejou.

No discurso de Neto, sobrou até para Carlinhos Maia e GabiGol. Fotos: Reprodução/Instagram

Neto lembrou o estado crítico que o país enfrenta atualmente, e recordou que ele mesmo ficou muito mal por causa da doença. “Quando eu vejo 200 mil pessoas morrendo de Covid, e eu quase morri de Covid, como você pode dar uma festa? Não é só o Neymar e o Gabigol, são todas as pessoas que estão dando festa. Esse tal de Carlinhos Maia aí, rapá! Um Zé ruela! Pé de rato! Fi duma égua!”, xingou. “Como é que pode dar festa? Quando vocês fazem isso, as outras se sentem no direito de fazer também! E quando as pessoas se sentem no direito de fazer também, o que acontece? As pessoas morrem”, completou.

Assim como Galvão Bueno, Neto precisou reforçar discursos óbvios, como o fato da doença não escolher suas vítimas por conta da idade. O comentarista mostrou que está bem informado sobre as últimas polêmicas na web, e teceu críticas aos influenciadores digitais no geral.

Continua depois da Publicidade

“Quando eu vejo essas barbaridades de internet, esses babacas influenciadores de nada. Por que o bom influenciador é aquele que fala: ‘Gente, não vamos aglomerar’. Vamos usar a internet pro lado bom. Quando você é influenciador para coisa boa, vale a pena as empresas patrocinarem você. Mas quando você tem influenciadores que influenciam para matar as pessoas, como é que posso colocar a minha marca? Que influenciador é esse? Será que não tá no momento de fechar as portas desses caras?“, indagou.