Afiada! Anitta faz discurso afrontoso ao anunciar Lexa em seu programa e fãs se intrigam com indireta; vem assistir!

Sem papas na língua! Durante o episódio de ontem (17) do programa “Anitta Entrou no Grupo”, nossa diva e apresentadora engendrou um discurso super afiado, que tem dado o que falar… No momento de introduzir uma de suas convidadas, Anitta botou a boca no trombone e os fãs ficaram intrigados com a indireta!

Ao chamar a cantora Lexa no palco, a morena deu uma alfinetada daquelas na sua ex-empresária, Kamilla Fialho, com quem teve uma longa briga judicial, ainda em 2018. Acontece que, assim como ela, a voz de “Sapequinha” também enfrentou problemas com a mesma empresária no passado. Nenhum nome foi citado na fala da diva, mas para um bom entendedor, meia palavra basta, né?

Bem afiada e sincerona, Anira não se comediu e causou alvoroço na plateia. “Vamos apresentar nossa próxima convidada. Ela, cuja carreira nasceu como um projeto de acabar com a minha… Mas o que acabou foi a carreira de quem criou esse projeto… e nós viramos grandes amigas! A sapequinha que acumulou hits durantes os anos, que tá estourada nas paradas de sucesso e minha amiga, Lexa!”, anunciou a poderosa. Veja:

 

Muitos dos fãs ficaram confusos ao assistirem à manifestação da popstar, visto que, ainda em março, Kamilla foi convidada e participou do aniversário de 26 anos de Anitta – aquele com tema de fundo do mar, se lembram? Nos comentários da publicação, uma admiradora indagou: “Juro que não entendo… A Kamilla tava no aniversário dela!”. Outra se contentou em fazer uma observação: “Amigas, amigas, negócios à parte”.

De acordo com a revista Quem, Fialho deu um depoimento na época, explicando que os desentendimentos tinham sido resolvidos. “Nossos problemas, que foram expostos de forma tendenciosa, já estão há muito tempo resolvidos”, afirmou a moça. Hmm… O que será que aconteceu agora, hein? Onde tem fumaça, tem fogo!

Entenda o caso:

Se você não está ligando o nome Kamilla Fialho à pessoa, trata-se da mesma mulher que processou Anitta e tirou dela uma bolada, após incessantes brigas e um acordo judicial que as duas fizeram ainda em 2018. Kamilla é dona da K2L Entretenimento, empresa responsável por cuidar da funkeira no início de sua carreira.

De acordo com o jornal Extra, as polêmicas começaram em 2014, quando a cantora decidiu romper seu contrato por má administração e também por um suposto desvio indevido de R$2,5 milhões. Na ocasião, a empresária negou as acusações e ainda pediu indenização de R$7 milhões por danos morais, quebra de contrato e calúnia. A briga judicial durou 5 anos e só terminou no ano passado, com Anitta fazendo um acordo de R$9 milhões.

A história foi contada com detalhes na biografia não autorizada da cantora, “Furacão Anitta”, escrita pelo jornalista Leo Dias. No bate-papo com a Quem, Fialho retrucou: “A partir do momento que fui procurada por ela e nos entendemos, o livro perdeu o sentido. Acredito que até as pessoas que não sejam próximas a mim tenham se envergonhado de ter visto o nome deles em tamanha leviandade. Sabe aquela sábia frase da Marquezine? ‘Você não tem vergonha de falar/escrever isso, não?’ – Eu sinto o mesmo ao ouvir pessoas diferentes falarem sobre trechos do livro, que eu nem precisei ler para entender que é um compilado de mentiras”.

View this post on Instagram

Nossos problemas, que foram expostos de forma tendenciosa e deram margem para o conteúdo publicado no livro, já estão há muito tempo resolvidos. Aliás, isso talvez tenha sido mais uma das genialidades da Anitta. A partir do momento que fui procurada por ela e nos entendemos, o livro perdeu o sentido. Acredito que até as pessoas que não sejam próximas a mim tenham se envergonhado de ter visto o nome deles em tamanha leviandade. Sabe aquela sábia frase da Marquezine? 'Você não tem vergonha de falar/escrever isso, não?' – Eu sinto o mesmo ao ouvir pessoas diferentes falarem sobre trechos do livro, que eu nem precisei ler para entender que é um compilado de mentiras. Sim, o nome é meu, Kamilla Fialho! Mas graças a Deus essa não sou eu, essa é a personagem criada por uma mente muito debilitada. Eu fico triste de ver pessoas fingindo que acreditam nisso só pra alimentar o ódio nas redes sociais. E isso me atinge pra caramba! Fico preocupada com o impacto que pode causar nos meus artistas, no meu trabalho, mas o que causa a maior de todas as minhas tristezas é como isso impacta minha filha. Ela vai fazer 16 anos, e desde os 11 é obrigada conviver com esse tipo de maldade. Criar essa “Kamilla Fialho" mexeu tanto com o autor que ele acabou se desentendendo com Anitta. Lembro perfeitamente dos stories na madrugada a atacando por ela ter tentado que ele desistisse de lançar o livro. E isso é também uma das coisas que mais me entristece: ver um homem fazendo de tudo para colocar duas mulheres, duas profissionais que trabalham honestamente, uma contra a outra. 2019, gente. Precisamos quebrar essa narrativa. Uma mente debilitada, capaz de criar tudo isso para crescer às custas do trabalho de duas mulheres, precisa de ajuda, tratamento, compreensão e carinho para quebrar esse ciclo vicioso. E é só isso que desejo a ele. Se tem uma única verdade nesse livro, é a intensidade que encaro meu trabalho. Mergulho de cabeça no projeto de cada artista e quanto mais alto ele quiser voar, eu vou fazer de tudo para conseguirmos. MESMO! Mas o primeiro e último passo é SEMPRE do artista, haja o que houver. (Continua nos comentários)

A post shared by Kamilla Fialho (@kamillafialho) on

Já a relação de Lexa e Kamilla passou por conflitos em 2016, após a empresária abrir processos contra a cantora, requerindo os direitos sobre a marca “Lexa”, junto ao Instituto Nacional de Marcas e Patentes (INPI). Esse também foi o ano em que a funkeira rompeu seu contrato com a empresa K2L. Entretanto, após muita conversa, Kamilla desistiu dos pedidos e fez uma retratação à ex-contratante, acabando com qualquer mal-estar entre ela a sua mãe – e atual empresária da artista – Darlin Ferrattry.

Documento em que Kamilla Fialho desiste do processo contra Lexa. (Foto: Reprodução/Instagram)

“Estou feliz com a iniciativa da Kamilla”, disse a cantora na época através de seu representante, garantindo que perdoou Fialho, e que também desistiria dos processos que movia contra a moça.