Halyna Hutchins Alec Baldwin

Alec Baldwin: Equipe revela últimas palavras de Halyna Hutchins, e o que houve antes da tragédia; saiba detalhes

No último dia 21 de outubro, a diretora de fotografia Halyna Hutchins perdeu a vida após o disparo de uma arma no set do filme “Rust”, no Novo México. Já neste domingo (31), o Los Angeles Times revelou quais foram as últimas palavras dela com a tragédia. Com base em e-mails, mensagens e entrevistas com 14 membros da equipe, o jornal fez uma reconstituição do que houve no dia.

Segundo a publicação, pouco antes do incidente, Alec Baldwin estava se preparando para uma cena de tiroteio dentro de uma igreja. A equipe de cinegrafistas, por sua vez, trabalhava para garantir que conseguiriam capturar os ângulos corretos para o coldre com o revólver Colt de calibre .45, que estava com o astro. Foi quando Baldwin teria segurado a arma e dito: “Então, creio que vou tirar isso pra fora, puxar e ‘Bang'”.

Continua depois da Publicidade

Contudo, o que era pra ser uma arma fria – ou seja, descarregada – acabou disparando uma bala de verdade em direção à Halyna e ao diretor Joel Souza, que estava atrás dela. Os relatos afirmam que a cineasta tropeçou para trás e caiu nos braços do eletricista-chefe do filme, Serge Svetnoy. Souza, que também saiu ferido, caiu no chão e gritou: “Que p*rra foi isso? Isso queima”.

Halyna Hutchins Amigo Alec Baldwin
Halyna Hutchins caiu nos braços de seu amigo eletricista-chefe, Serge Svetnoy, enquanto Alec Baldwin e o resto da equipe ficaram em choque. (Fotos: Reprodução/Facebook; Getty)

Baldwin também foi pego de surpresa. “Que p*rra acabou de acontecer?”. Um dos presentes chamou um médico, enquanto os membros da equipe se apressaram para prestar os socorros de Hutchins. O operador de microfone olhou para Halyna nos olhos e disse: “Oh, isso não foi bom”. Então, a diretora de fotografia respondeu com suas últimas palavras. “Não, isso não foi bom. Não foi nada bom”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

De acordo com um comunicado do escritório do xerife da cidade de Santa Fe, Hutchins foi levada de helicóptero até o hospital da Universidade do Novo Mexico, mas veio a óbito algumas horas depois. Joel Souza foi transportado de ambulância até um outro centro médico da região, no qual recebeu seu tratamento até sua alta.

Alec Baldwin dá primeira entrevista após tragédia

Alec Baldwin e a esposa, Hilaria, foram emboscados neste final de semana na cidade de Manchester. O casal precisou parar o carro numa rodovia e finalmente falar com os profissionais para poder conseguir seguir o trajeto em paz. Visivelmente abatido e irritado com a situação invasiva, o ator perguntou: “O que vocês querem saber?”. Mas logo respondeu que não poderia falar sobre o andamento das investigações.

Continua depois da Publicidade

“Eu não estou autorizado a fazer nenhum comentário, porque a investigação ainda está acontecendo. Eu fui orientado pelo xerife de departamento a não responder a nenhuma pergunta sobre a investigação em que uma mulher morreu. Ela era minha amiga”, iniciou Alec, acrescentando que Halyna o levou para jantarem juntos no dia em que ele chegou em Santa Fe. “Éramos uma equipe muito bem treinada fazendo um filme juntos, e então esse evento horrível aconteceu”, lamentou Baldwin.

Fotojet (42)
Alec Baldwin falou pela primeira vez sobre a tragédia com Halyna Hutchins. (Fotos: Reprodução/YouTube LiveNow Fox; Getty)

Uma outra pessoa questionou se o artista tinha se encontrado com algum familiar de Halyna Hutchins, mas se esqueceu do nome da diretora. A situação deixou Hilaria muito irritada. “O nome dela era Halyna! Se vocês estão gastando isso tudo esperando por nós, vocês deveriam saber o nome dela!”, disparou a esposa de Baldwin. Na sequência, o ator confirmou que esteve com o marido e o filho da profissional.

Continua depois da Publicidade

Hilaria se revoltou novamente e tentou encerrar a entrevista quando questionaram como Alec avaliaria o encontro, mas o ator impediu a tentativa da esposa. “Eu não sei como categorizar isso. O cara está dominado pela dor. Ocorrem acidentes em sets de filmagem de tempos em tempos, mas nada parecido com isso. Este é um episódio em um trilhão”, disse. O astro revelou que sua família está em constante contato com o marido de Hutchins e prestando toda a assistência possível.

Alec
Alec Baldwin chegou a publicar uma foto no Instagram, em que aparecia caracterizado no set e com sangue em suas vestes. A publicação, entretanto, foi apagada após a tragédia. (Foto: Reprodução/Instagram)

Sobre a possibilidade de nunca mais atuar em um filme com armas de fogo, Baldwin respondeu: “Eu sei que um esforço contínuo para limitar o uso de armas de fogo em sets de filmagem é algo em que estou extremamente interessado. Mas lembre-se, algo que considero importante é quantas balas foram disparadas em filmes e programas de TV nos últimos 75 anos? Esta é a América. Quantas balas foram disparadas, quase todas sem incidentes”.

Continua depois da Publicidade

Alec Baldwin ainda ressaltou que depois de um acontecimento trágico como o que ocorreu no set de “Rust”, as coisas não podem simplesmente continuar como antes. “É urgente que você entenda que não sou um especialista neste campo, então o que quer que as outras pessoas decidam sendo a melhor maneira de fazer em termos de segurança das pessoas em sets de filmagem, sou totalmente a favor e cooperarei com isso em qualquer maneira que eu posso”, garantiu. Assista abaixo:

O ator e a esposa se negaram a responder por qual motivo foram para outra cidade, e encerraram pedindo aos paparazzi que parem com as perseguições. Quase sempre acompanhados pelos filhos, o casal alegou que as crianças ficam chorando ao verem que o carro está sendo seguido. “Nós demos a vocês tudo”, finalizou.