Taylor x Jennifer Aniston (Getty)

Amiga garante que Jennifer Aniston não é a atriz citada na música “All Too Well”, de Taylor Swift, e fãs apontam outro nome; entenda

Mistério — quase — resolvido! Parece que Jennifer Aniston não é a atriz mencionada na versão de 10 minutos da música “All Too Well“, de Taylor Swift. O E! News revelou nesta terça-feira (16) que uma amiga próxima de Aniston, chamada Jennifer Meyer, garantiu que ela não é a atriz em questão. Mas, como os fãs não dão ponto sem nó, eles já cogitaram outro nome…

Apesar de Taylor nunca ter confirmado que o single romântico fala do ator Jake Gyllenhaal, os fãs acreditam se tratar de um desabafo sobre o relacionamento deles. Na nova versão, que acabou ficando de fora do álbum “Red” original, de 2012, a cantora trouxe mais informações sobre o tal namoro. “Você disse que se nós fôssemos mais próximos de idade, talvez tudo ficaria bem, e isso me fez querer morrer“, canta ela, nos versos adicionados.

Em certo momento, Taylor menciona o encontro com uma atriz. “Agora estou chorando em um banheiro de festa. Alguma atriz me perguntou o que aconteceu: você. Isso que aconteceu, você“, escreveu a cantora. A loirinha ainda uma cutucadinha no ex-namorado: “E nunca fui boa em contar piadas, mas a parte engraçada é que eu vou ficar mais velha, mas suas namoradas vão continuar da minha idade“. Eita!

Inicialmente, algumas pessoas acharam que a atriz seria Jennifer Aniston, que encontrou Taylor no “People’s Choice Awards” de 2011, poucos dias após a separação ter acontecido. Segundo o Just Jared, foi noticiado no Daily News em janeiro do mesmo ano, que Jennifer se aproximou da cantora na premiação para “dizer a ela para aguentar firme diante da imprensa ‘implacável’ sobre sua vida amorosa”.

36th Annual Rock & Roll Hall Of Fame Induction Ceremony Inside
Taylor está regravando seus álbuns para voltar a ter controle sob os direitos das músicas. (Foto: Getty)

Agora, Jennifer Meyer negou que a amiga seja a tal atriz. “Não é verdade, pessoal! Vocês têm a atriz errada!”, comentou a designer de joias em uma publicação do E! News sobre o assunto.

Segundo o Page Six, após a revelação de Meyer, os fãs da loirinha já tem outro nome em mente: Anne Hathaway. O motivo seria que a própria protagonista de “O Diário da Princesa” revelou que conheceu Swift enquanto ela ainda namorava Jake Gyllenhaal. “Eu a conheci — espero que não tenha problema dizer isto — quando ela e Jake [Gyllenhaal] estavam juntos. Ela tinha 20 anos na época e passamos uma noite juntos. Eu pensei: ‘Você é uma criatura magnífica’. Ela estava com tudo e eu a vi se tornar essa força da natureza”, disse a atriz em entrevista para Glamour UK, em 2015.

Anne é a nova aposta dos fãs para a música "All Too Well". (Foto: Getty)
Anne é a nova aposta dos fãs para a música “All Too Well”. (Foto: Getty)

Taylor Swift revela motivo de término com Jake Gyllenhaal

Na nova versão de “All Too Well”, que sempre foi linkada pelo público ao ator Jake Gyllenhaal, Taylor Swift aparentemente revelou o motivo para o fim do namoro entre os dois. Além de citar que a diferença de idade entre eles foi um empecilho, a cantora deu a entender que o término foi bem difícil pra ela. “Dizem que tudo está bem quando acaba bem, mas estou em um novo inferno toda vez que você passa pela minha cabeça“, aponta.

Continua depois da Publicidade

Os dois tiveram um rápido envolvimento de outubro até dezembro de 2010. Logo depois, no começo de 2011, Swift passou a escrever a canção. Na época do namoro, Taylor tinha 20 anos, enquanto Jake tinha 29. Atualmente, o ator está em um relacionamento com a modelo Jeanne Cadieu, de 25 anos, 15 a menos que o astro. Além de “All Too Well”, outras canções de “Red” também foram conectadas a Gyllenhaal, como “We Are Never Getting Back Together”, “I Almost Do” e “The Moment I Knew”.

Um ano após o lançamento original do disco, a loirinha disse à revista Vulture que ela tinha sido procurada pelo “cara que quase todo o ‘Red’ é sobre”. “Ele falou, tipo: ‘Eu acabei de ouvir o álbum e foi uma experiência realmente agridoce para mim. Foi como ver um álbum de fotos’. Isso foi legal“, contou ela, na época. Confira a nova versão: