Fotojet (65)

Amigo de Jake Gyllenhaal revela onde está famoso cachecol de Taylor Swift citado em “All Too Well”

Rapaz, praticamente um “Casos de Família” isso aqui! Kkkk Com o lançamento da regravação do álbum “Red”, Taylor Swift incluiu a versão de 10 minutos do hino “All Too Well”, em que supostamente fala de seu relacionamento com o ex-namorado Jake Gyllenhaal. E parece que tem mais partes biográficas na canção do que a gente imaginava! Nesta sexta-feira (12), o amigo do ator, Andrew Burnap, revelou que está com o tal cachecol que a cantora cita na composição.

Em um dos principais trechos da música, Swift versa: “E eu, deixei meu cachecol lá na casa da sua irmã; E você ainda está com ele na sua gaveta agora”. Pois é, parece que a peça de roupa ficou esquecida mesmo, mas não está na posse de Gyllenhaal, não.

No Twitter, Andrew Burnap não citou o nome de Taylor Swift ou algo parecido, mas por conta da repercussão da música nas redes sociais hoje, e amizade dele com o astro de “Brokeback Mountain”, teve gente que captou a mensagem. “Isso vai parecer loucura e vocês definitivamente vão pensar que estou brincando, mas não estou – acho que estou na posse desse cachecol”, compartilhou. “Provavelmente não é o cachecol, mas poderia ter sido e isso é o que realmente importa”, acrescentou.

De qualquer forma, o lançamento da versão inédita de “All Too Well” trouxe outros supostos detalhes sobre o relacionamento de Taylor e Jake. Apesar da cantora nunca ter confirmado que o single romântico realmente falasse do ator, os fãs acreditam se tratar de um desabafo sobre o relacionamento. Na nova versão, que acabou ficando de fora do álbum original, de 2012, a cantora revelou o motivo do término. “Você disse que se nós fôssemos mais próximos de idade, talvez tudo ficaria bem, e isso me fez querer morrer”, canta.

Continua depois da Publicidade

Swift e Gyllenhaal tiveram um rápido envolvimento de outubro até dezembro de 2010. Logo depois, no começo de 2011, a estrela passou a escrever “All Too Well”. Além desta faixa, outras canções de “Red” também foram conectadas ao artista, como “We Are Never Getting Back Together”, “I Almost Do” e “The Moment I Knew”.