Gettyimages 1357168361

Anitta desabafa após ser criticada por frase polêmica em capa de revista internacional e diz que foi tirada de contexto: “Frustrante”

Divulgação feita por publicação norte-americana coloca em evidência aspa sobre o Brasil

Nesta segunda-feira (4), a revista norte-americana Nylon divulgou sua próxima edição com Anitta. No entanto, uma frase destacada na capa e atribuída à cantora causou grande repercussão negativa no Brasil. A artista tomou conhecimento da situação e utilizou as redes sociais para desabafar a respeito do ocorrido, apontando uma mudança de contexto que teria gerado uma interpretação estereotipada sobre os brasileiros.

Na publicação, já deletada da página oficial da Nylon no Instagram, a artista carioca aparece em um ensaio fashionista, enquanto uma única aspa de seu bate-papo com a revista é destacada. “Na América, as pessoas só querem parecer descoladas. No Brasil, todos querem se divertir e transar. Eu quero trazer essa energia para cá“, disse.

A frase foi duramente criticada em nosso país. Muitos viram na fala um estereótipo sobre os brasileiros, que pode incentivar o turismo sexual. “A gata só fez reforçar estereótipos sobre brasileiras que já existiam, né? Tanta coisa que poderia ser dita em uma entrevista internacional”, compartilhou a comunicóloga e influencer Ashley Malia. “Sei lá, tanta coisa pra falar da alegria do brasileiro com festas e diversão… Não precisava disso…”, apontou Levi Kaique Ferreira hoje mais cedo.

 

A princípio, Anitta se manifestou nos comentários do Instagram de Rainha Matos. Mesmo que a página estivesse apenas mostrando a capa sem mencionar a polêmica em torno, a aspa saltou aos olhos da carioca. “Nossa, essa manchete… Senhor. Te falar, viu… complicado. Eu tô perplexa real. Tô vendo essa capa agora pelo seu Insta e tô desacreditada nessa manchete completamente fora do contexto de tudo”, escreveu.

Continua depois da Publicidade

Já no Twitter, a cantora desabafou sobre o ocorrido. “Meu Deus. Tira o ódio de dentro de mim porque a vontade é de matar. Frustrante. Cansativo. Desestimulante”, publicou numa sequência de tuítes. Anitta também interagiu com seus seguidores e teve a oportunidade de dar detalhes sobre os bastidores.

Um perfil questionou por qual motivo a assessoria de imprensa não interviu para barrar a publicação. “Infelizmente ainda não consigo colocar o Paulo [assessor da cantora] pra controlar essas coisas fora do país. Porque se eu conseguisse, meu amor… Sabe quando que iam fazer sensacionalismo comigo? Na [p*ta que p*riu]! Mano, eu tô soltando fogo pelo nariz”, disse.

 

Outro internauta apontou que Anitta teria feito a afirmação como uma forma de “buzz”, justamente para gerar mídia, acusação rebatida pela cantora. “Esse tipo de polêmica aí eu não usaria jamais nem se fosse pra ficar mais famosa que o papa. Isso é um desrespeito do c*ralho com MUITA gente e muita coisa na vida”, compartilhou, acrescentando que só teve conhecimento da capa horas depois da divulgação, pois estava em um voo.

Continua depois da Publicidade

“Eu ACABEI de sair do avião e ver isso só por que minha amiga postou no insta dela. Nenhum de nós [da equipe] estava sabendo nem que ia sair revista nenhuma agora. Nem a foto, nem nada… muito menos essa manchete de programa de quinta categoria”, criticou.

Em outra publicação, a brasileira apontou como funciona algumas das entrevistas concedidas por ela, em que conversa sobre o assunto durante horas, mas a publicação recorta um trecho que dá a entender outro tipo de mensagem. “Essas palavras saíram da sua boca? Saíram. Mas qual foi a pergunta? Qual foi o tom da sua resposta? Você falou rindo? Gritando? O que veio depois dessa fala? Essa é a questão. Vai do profissionalismo e bom senso do jornalista de transcrever a situação e não só as palavras”, avaliou.

Continua depois da Publicidade

Anitta reforçou que não teve nenhuma comunicação entre a equipe dela e a da Nylon a respeito da publicação, destacando que não teria tido também uma aprovação da capa. A edição é programada para ser distribuída especialmente durante o festival Coachella, onde a cantora se apresenta nos dias 16 e 23 de abril. Ela adiantou que já está tentando fazer o que está em seu poder para evitar que a revista com essa capa chegue ao público. “Agora o negócio é barrar de distribuir essa revista fora do contexto no Coachella”, disse um fã. “É isso que eu tô GRITANDO aqui com meio mundo”, entregou a carioca.