Anitta endometriose

Anitta fala de estado de saúde e reclama de pós-operatório: ‘Insuportável’

Cantora, que está internada desde segunda-feira (18), passou pelo procedimento na quarta-feira (20)

Dois dias após passar por uma cirurgia de endometriose, Anitta falou sobre o pós-operatório. A cantora, que está internada em São Paulo, justificou a ausência nas redes sociais e compartilhou um pouco da experiência.

Sei que vocês estão esperando eu aparecer, mas tá difícil, viu? Esse pós é insuportável. Correu tudo certo na cirurgia, agora é passar por essa fase extremamente ruim“, desabafou em sua conta no Twitter nesta sexta-feira (22). Segundo a equipe médica, ainda não há previsão de alta para a artista.

No dia 20, Anitta passou por uma cirurgia para tratar a endometriose, doença que recebeu o diagnóstico recentemente. O Hospital Vila Nova Star deu mais detalhes sobre o procedimento, que durou cerca de quatro horas e não teve nenhuma intercorrência.

A paciente foi submetida na última quarta-feira (20/7) a um procedimento minimamente invasivo para tratamento de endrometriose (condição inflamatória originada pelo crescimento anormal de células do endométrio fora do útero)“, informou o último boletim médico divulgado pelo g1.

A evolução do quadro clínico da artista após a cirurgia é considerada satisfatória. Anitta está sob cuidados médicos da equipe chefiada pela professora doutora Ludhmila Hajjar e pelo diretor geral do hospital, Pedro Loretti. Até o momento, não há previsão de alta“, esclareceu.

Desde a cirurgia, Anitta já recebeu visitas do namorado, o produtor Murda Beatz, e de amigos no hospital, como GKay. “Daddy and daughter apoiando a mami no hospital“, brincou a influenciadora em foto postada com a cantora.

Diagnóstico

Pelas redes sociais, Anitta já havia falado sobre o recente diagnóstico da doença, concretizado enquanto ela acompanhava o pai em uma cirurgia para retirada de tumor no pulmão. “A doutora fez na mesma hora uma ressonância em mim e estava lá: endometriose. No dia seguinte, ela me levou em um especialista em endometriose. Fizemos os outros exames necessários pra ter certeza e aí está“, disse.

Ao “Fantástico”, ela deu mais detalhes de seu caso. “Quando meu pai foi internado, nessa questão do câncer de pulmão removido, casualmente a doutora (Ludhmila Hajjar) era muito minha amiga. Aí a gente estava lá e ela falou assim pra mim: ‘Tira a roupa agora que nós vamos fazer uma ressonância’. Me botou na ressonância e viu a endometriose lá. No meu caso, antes da minha menstruação vir eu sinto cólica e sinto uma cistite de repetição que não dá nem pra andar. Cistite de repetição é uma dor como se fosse infecção urinária, mas não tem bactéria“, recordou. Assista: