Design Sem Nome (27)

Após fala homofóbica, Bruna Karla recebe unfollow de Anitta e resposta de Gil do Vigor: “Alguém irá se envergonhar”; assista

As declarações da cantora gospel para o Positivamente Podcast foram dadas em dezembro do ano passado e voltaram à tona nesta semana nas redes sociais.

A cantora gospel Bruna Karla foi alvo de críticas nas redes sociais após a web reviver uma entrevista sua ao Positivamente Podcast, apresentado por Karina Bacchi. Durante a conversa, que foi publicada em dezembro do ano passado, Bruna deu declarações homofóbicas ao falar sobre o convite que recebeu para o casamento de um amigo.

Quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim!“, respondeu a cantora. “Ele disse:Você sabe que não é isso o que eu estou perguntando’. Estou falando de um amigo homossexual, que a gente tem essa liberdade para falar assim. Eu respondi ‘Pois é. O dia que eu aceitar cantar no seu casamento com outro homem eu posso parar de cantar sobre a Bíblia e sobre Jesus'”, continuou a cantora.

Em seguida, ela ainda decretou que aqueles que se relacionam com pessoas do mesmo sexo “não vão para o céu“. “Quando Jesus voltar, se meu amigo estiver lá, ele vai falar ‘Poxa, a Bruna sabia que eu estava errado, que o caminho que eu estava escolhendo era o da morte eterna’. Você já imaginou viver uma condenação eterna? Não tem mais solução, acabou! É para sempre que você vai estar ali vivendo naquele lugar horroroso“, afirmou.

Continua depois da Publicidade

Apesar das declarações, Bruna ainda tentou dizer que respeitava a comunidade LGBTQIA+:”Aos meus amigos, aos meus queridos ouvintes homossexuais, o que Deus tem para a sua vida é libertação, é algo que ele sonhou para você. Receba todo o meu amor e o meu respeito, mas Jesus não sonhou isso para você“. Em nenhum momento, a artista foi interrompida ou refutada pela apresentadora do podcast.

Famosos reagem à fala de Bruna

Depois do vídeo voltar a circular pela internet, alguns famosos se posicionaram sobre as declarações preconceituosas. Anitta – que já havia feito cover de uma música de Bruna – deu unfollow na cantora gospel no Instagram.

Gil do Vigor preferiu dar uma resposta direta para Bruna Karla. “De fato, quando Jesus aparecer alguém irá se envergonhar e não é seu amigo gay, mas sim você por sua atitude preconceituosa! João 14 fala que Deus nos chama de amigos e a palavra ‘amigo’ é forte demais para ser sustentada com base no preconceito e falta de amor ao próximo“, escreveu o economista em seu Twitter, citando uma passagem bíblica.