Após ser acusado de estupro, Neymar se defende, expõe conversa e fala em tentativa de extorsão: “Foi uma armadilha”

O jogador Neymar resolveu se pronunciar sobre a acusação de estupro de uma mulher que registrou boletim de ocorrência contra ele em São Paulo na última nesta-feira (31). De acordo com uma reportagem divulga pelo UOL, o documento foi registrado na 6ª delegacia de defesa da mulher, em Santo Amaro, na capital paulista, e indica que o fato teria acontecido no dia 15 de maio, em Paris. A identidade da mulher foi mantida em segredo no B.O.

Segundo a denúncia, a mulher afirmou que conheceu o atleta por meio do Instagram e, após troca de mensagens na rede social, foi convidada para conhecê-lo em Paris. Ela, então, recebeu as passagens e hospedagem por meio do assessor do jogador, chamado de “Gallo” no documento, no dia 12 de maio.

A vítima afirma que embarcou na data de 14/05/2019, chegando em Paris na data de 15/05/2019, hospedando-se no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. A vítima afirma que na mesma data, Neymar chegou por volta das 20:00 no hotel, aparentemente embriagado, começaram a conversar, trocaram ‘carícias’, porém em determinado momento, Neymar se tornou agressivo, e mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima“, diz o boletim de ocorrência.

No depoimento, a mulher relatou que voltou ao Brasil no dia 17 de maio e que ficou muito abalada emocionalmente, com medo de fazer a denúncia em outro país. Ela, então, decidiu registrar a ocorrência em São Paulo, cidade onde reside.

Em nota oficial, o departamento de comunicação da Secretaria de Segurança Pública confirmou a existência da denúncia na Polícia Civil. “Houve uma denúncia registrada pela vítima na 6ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). O inquérito policial segue em sigilo. São Paulo, 01 de junho de 2019“.

Defesa de Neymar

Em um vídeo de sete minutos publicado no IGTV de seu Instagram, Neymar se pronunciou sobre a acusação na noite deste sábado (1º) e contou sua versão sobre o ocorrido. Segundo o jogador, ele está sendo vítima de uma extorsão. “Fui pego de surpresa. Muito triste escutar isso. Quem me conhece sabe da minha índole e que eu nunca faria uma coisa desse tipo. Fui exposto a isso e estou aqui para dar a cara a bater, porque sei que qualquer notícia que seja com meu nome envolve muita coisa, tem um barulho muito grande e todo mundo fica querendo minha declaração“, começou ele.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Neymar afirmou que o que aconteceu foi o contrário da versão contada pela mulher na denúncia e se disse muito chateado com o ocorrido. “A partir de agora vou expor tudo, expor toda a conversa que tive com a menina, todos os nossos momentos, que são íntimos, mas é necessário abrir e expor para provar que realmente não aconteceu nada demais“, disse ele.

O que aconteceu nesse dia foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal. No dia seguinte não aconteceu nada demais, a gente continuou trocando mensagem. Ela me pediu uma lembrança do filho e eu ia levar. Agora fui pego de surpresa por causa disso. É muito ruim, muito triste, isso não só magoa a mim como toda a minha família. Não só denegrir a minha imagem é ruim, mas sim o que eu sou, quem eu sou, a índole que eu tenho, o caráter que eu tenho. Fui criado muito bem. Estar exposto a isso é muito triste, muito rim. Estou aqui, abertamente, falando a vocês que estou muito chateado. Mas tenho que provar algo que seja sincero e que seja verdade. Eu sou muito assim, sou muito eu, sou muito a verdade. Se for para expor as coisas que acontecem no nosso dia a dia, eu vou expor. Acho que agora é o momento exato para todo mundo ficar sabendo o que aconteceu. É ruim eu me colocar nessa situação, é bem chato. É muito triste acreditar que o mundo está assim. Existem pessoas que querem se aproveitar, extorquir as outras pessoas, é realmente triste, doloroso. Mas já que me colocaram nessa situação estou aqui explicando para vocês“, continuou o jogador.

Espero que fique bem claro, espero que a justiça olhe as mensagens e veja o que realmente aconteceu. É com muita tristeza e dor no coração que faço esse vídeo, explico tudo. Uma situação bem chata, não só para mim como para minha família também. Por colocar ele nessa situação, porque realmente não queria, fui induzido a isso, foi algo que aconteceu, foi uma armadilha e acabei caindo, mas que isso sirva de lição daqui adiante“, finalizou Neymar.

Na sequência do vídeo, ele mostrou prints da conversa que teve com a suposta vítima desde março deste ano, incluindo fotos sensuais, até a data do encontro em Paris. Assista abaixo:

Pai de Neymar defende o filho

Em entrevista ao “Brasil Urgente” neste sábado (1º), antes de Neymar publicar o vídeo, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, defendeu o filho e afirmou que ele foi vítima de uma armadilha. Na conversa com o apresentador José Luiz Datena, o pai do jogador disse que Neymar teve relações sexuais consentidas com a mulher que o acusou de estupro. Ele ainda contou que, depois que o atacante não quis mais se relacionar com a mulher, um advogado entrou em contato com o filho e seus representantes pedindo determinada quantia em dinheiro, caso contrário procuraria a polícia e a imprensa com a acusação de estupro.

Vamos trabalhar com a verdade. Vamos expor a situação para que a opinião pública possa enxergar onde mulheres e homens falando sobre machismo e um monte de coisa. Não toleramos isso. São momentos difíceis. Se a opinião pública não estiver esclarecida, não mostrar a verdade rapidamente, isso vai virar uma bola de neve. As conversas dessa moça com ele…mostrar que foi uma armadilha criada, a gente vai expor“, disse Neymar pai.

Nota da assessoria de imprensa do jogador

Foi divulgado hoje, há algumas horas, uma noticia envolvendo o Atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.

A suposta vítima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.

Apesar de ter ficado surpreso com a noticia, os fatos já eram de conhecimento do Atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vitima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vitima.

Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.

Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.

Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente.

Assessoria de Imprensa

NR Sports.

Confira a íntegra do boletim de ocorrência:

Comparece nesta Especializada a vítima qualificada sob o provimento CG 32/2000, noticiando que conheceu Neymar da Silva Santos Junior através das redes sociais (Instagram) e passaram a trocar mensagens. A vítima afima que Neymar lhe convidou para encontrá-lo em Paris e seu assessor “Gallo” entrou em contato com a mesma na data de 12/05/2019 e forneceu as passagens e hospedagem. A vítima afirma que embarcou na data de 14/05/2019, chegando em Paris na data de 15/05/2019, hospedando-se no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. A vítima afirma que na mesma data, Neymar chegou por volta das 20:00 no hotel, aparentemente embriagado, começaram a conversar, trocaram “carícias”, porém em determinado momento, Neymar se tornou agressivo, e mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima. A vítima afirma que foi em bora de Paris na data de 17/05/2019 retornando ao Brasil. A vítima afirma que estava abalada emocionalmente e com medo de registrar os fatos em outro país, decidindo registrá-los nesta Especializada em razão de seu endereço residencial. Com base no Princípio de Extraterritorialidade, bem como as partes serem brasileiras, o presente Boletim de Ocorrência foi registrado nesta Especializada, inclusive para fins de encaminhamento aos exames que se fizerem necessários. Informo, por fim, que demais informações a respeito dos fatos foram colhidas em termos próprios, bem como documentos pertinentes. Nada mais.