Gettyimages 1396597392

Após ser exposto, jornalista pede desculpas a Rebel Wilson por pressioná-la a assumir relacionamento

Andrew Hornery, do The Sydney Morning Herald, havia pressionado a atriz a assumir seu romance com a estilista Ramona Agruma

O mundo foi pego de surpresa na última sexta-feira (10), quando a atriz Rebel Wilson revelou seu namoro com a estilista Ramona Agruma. Apesar da declaração fofa, que comparava Ramona a uma princesa da Disney, ter sido dada em pleno mês do orgulho LGBTQIA+, pouco depois, soube-se que a humorista foi praticamente obrigada a assumir publicamente a sua bissexualidade.

Dias antes, o jornalista Andew Hornery, colunista do jornal The Sydney Morning Herald, havia enviado um e-mail para a atriz fazendo várias perguntas sobre seu relacionamento com Ramona, e também dando um prazo de dois dias para que Rebel contasse a notícia para o mundo. Segundo Andrew, a humorista teria “ignorado” sua mensagem e preferido postar uma foto com Ramona em suas redes sociais.

Contrariado, o jornalista escreveu um artigo sobre a maneira “respeitosa” como indagou a Rebel, e a falta de consideração que ela teve com a imprensa de seu país de origem. “Considerando a maneira amarga como Wilson reclamou dos péssimos padrões de jornalismo quando processou o Women’s Day por difamação, sua escolha de ignorar nossas perguntas discretas, genuínas e honestas foi, em nossa opinião, decepcionante“, alfinetou.

Com o passar do tempo – e a enxurrada de críticas negativas que recebeu -, no entanto, o jornalista parece ter mudado de opinião. Agora, ele assina um outro artigo em que se diz arrependido pela maneira como lidou com toda a situação. “Eu realmente lamento que a Rebel tenha achado essa situação difícil. Essa nunca foi a minha intenção. No entanto, ela lidou com tudo de uma forma muito graciosa. Como um homem gay, tenho noção de como a discriminação machuca“, escreveu, completando que infligir essa dor a alguém era a “última coisa” que queria.

Continua depois da Publicidade

Não é o papel do nosso jornal ‘tirar pessoas do armário’ e não é algo que queremos fazer. Mas eu entendo o motivo pelo qual meu e-mail foi visto como uma ameaça. A forma como ele foi escrito foi um erro. […] Ao tentarmos contar a ‘história dentro da história’, o tom da coluna publicada no último sábado foi equivocado. Eu a escrevi de forma errada. Deixei meu desapontamento transparecer na minha escrita. Isso não foi justo e eu peço desculpas pelo que aconteceu“, finalizou.

Rebel, que só havia se pronunciado para confirmar que, de fato, recebeu as perguntas de Andrew e se sentiu colocada em uma situação muito difícil, ainda não comentou sobre o pedido de desculpas do jornalista.