Ashton Kutcher revela motivo que o levou a vender passagem para conhecer o espaço. (Reprodução; Cheddar News/Getty)

Ashton Kutcher deveria estar no próximo voo para o espaço, mas vendeu sua passagem; saiba o motivo!

O quê?! Ashton Kutcher vendeu sua passagem para conhecer o espaço. Isso mesmo! No auge de seu espírito aventureiro, o ator comprou um bilhete para estar no próximo voo da “Virgin Galactic”. No entanto, um pedido de Mila Kunis, sua esposa, o fez mudar de ideia. Ashton Kutcher e Mila Kunis se casaram em 2015, e são pais de Wyatt, de 6 anos, e Dimitri, de 4.

Durante o evento da “AT&T”, que aconteceu em Nova York nesta quarta-feira (14), Ashton contou ao Cheddar News por que desistiu de ir.“Quando me casei e tive filhos, a minha mulher basicamente disse que não era inteligente ir para o espaço quando temos filhos pequenos, por isso acabei vendendo o meu bilhete de volta para a Virgin Galactic”, disse o ator e empresário. “Eu deveria estar no próximo voo, mas não vou estar”, continuou.

Ashton Kutcher e Mila Kunis começaram a namorar em 2012 e se casaram em 2015. (Foto: Jesse Grant/Getty Images)

Kutcher foi anunciado em 2012 como o 500º cliente da companhia de voos espaciais, quando as tarifas atingiram um pico de $200 mil, pouco mais de R$1 milhão na cotação atual. Agora o preço subiu para $250 mil, cerca de R$1,2 milhões.

Por sinal, o primeiro voo da “Virgin Galactic” acabou de acontecer, no dia 11 de julho deste ano! Todo o processo levou mais ou menos 90 minutos, incluindo a ida e a volta. Com seis pessoas a bordo, inclusive o dono da empresa, o bilionário Richard Branson, a nave ficou alguns minutos no espaço, quando os tripulantes tiveram a sensação de ausência da gravidade.

Continua depois da Publicidade

A companhia tem mais dois voos teste planejados para os próximos meses e, num futuro próximo, o objetivo é realizar 400 voos comerciais espaciais por ano. Ashton pretende estar em um deles… o ator finalizou o papo dizendo: “Não tenho mais a minha viagem marcada para o espaço, mas um dia irei”. Corajoso, né? Assista: