Adriana Sant’Anna relembra escravidão ao falar de zona de conforto, e é criticada nas redes sociais; Ex-BBB faz novo vídeo para se manifestar

Após engendrar um discurso controverso, usando a escravidão para exemplificar hábitos comportamentais, Adriana Sant’Anna realizou uma live nesta quarta-feira (13) e explicou quais seriam suas intenções. Além disso, ela garantiu que tomará providências contra quem repercutiu seu vídeo “selecionando e editando trechos da fala”. Nas redes sociais, sua palestra tinha repercutido negativamente e gerado acusações de racismo.

Na nova transmissão ao vivo, a escritora leu um texto escrito por ela sobre o que aconteceu. “Em uma das minhas últimas lives, do desafio ‘Minha Melhor Versão’, eu procurei trazer uma linha de raciocínio para que as pessoas entendessem a importância de cultivar a liberdade mental e emocional. Porque até os dias de hoje, muita gente vive uma ‘escravidão’ mental”, iniciou.

A palestrante motivacional justificou também que as falas sobre a escravidão teriam sido tiradas de contexto. “Eu utilizei de um exemplo histórico e muito infelizmente, algumas pessoas selecionaram e editaram deliberadamente trechos da minha fala. Tirando totalmente do contexto aquilo que eu estava dizendo”, falou.

Adriana Sant’Anna fez uma live para se manifestar sobre as críticas Foto: Reprodução/Instagram

Adriana completou dizendo que irá tomar as medidas necessárias para responsabilizar as pessoas que a acusaram na internet. “Oportunamente, vou me manifestar a respeito disso, entretanto, eu tomarei todas as providências. E não só vou me manifestar a respeito, como também irei trabalhar para responsabilizarem todos que maldosamente e maliciosamente quiseram prejudicar esse trabalho tão bonito que estamos fazendo juntas”, afirmou.

“Então, aguardem! Nós fazemos parte de um exército de mulheres que não fogem de uma guerra. Que não foge a uma luta. E eu estou na minha melhor versão. Eu não vou permitir que ninguém estrague nem a minha e nem a sua”, encerrou, antes de convidar seus seguidores para uma nova live. Assista ao vídeo:

Entenda o caso

Na segunda-feira (11), Adriana Sant’Anna realizou uma transmissão ao vivo em seu Instagram falando sobre pessoas que estão presas em “zonas de conforto”. A empresária tentou incentivar seus seguidores que se colocam no papel de “vítima” a transformarem suas posturas. “Se a versão que você vinha fazendo não tá boa, por que continuar? Por que insistir? Por que querer que as pessoas tenham pena de você quando elas têm que te admirar? Olha tudo que você passou e o quanto você está continuando, o quanto você está lutando”, refletiu.

Fala controversa de Adriana Sant’Anna foi feita durante live na segunda-feira (11). Foto: Reprodução/Instagram

Em seguida, a escritora relembrou o período da escravidão para fazer um comparativo com o assunto. “Na época dos escravos, eles andavam todos acorrentados, eles eram acorrentados na perna, né? Então eles viviam a vida toda acorrentados, até que veio a [Princesa] Isabel e assinou a lei Áurea. O que aconteceu? Libertou todos aqueles escravos, ninguém estava mais com algema, ninguém estava mais acorrentado”, falou.

“Só que eles continuaram vivendo como se estivessem acorrentados. Não saíram do lugar, porque eles passaram tanto tempo na dor, que eles já estavam acorrentados na alma, no coração. Por mais que eles não tivessem mais aquelas correntes dentro deles, elas estavam. É a mesma coisa com você. Você pode escolher não estar mais acorrentada ou pode escolher se acorrentar na sua alma”, disse.

Na web, o discurso teve uma repercussão negativa com os usuários das redes sociais. “Eu não sou obrigado a ver isso sozinho… (Ainda me surpreendo com a capacidade de pessoas brancas se submeterem ao ridículo)“, publicou um rapaz. “Em pleno 13 de maio (Dia da Abolição da Escravatura), uma branca pagando de coach falando m*rda: Adriana Sant’Anna”, reclamou outro perfil. “Mas vocês tão achando bonito a Adriana Sant’Anna falar sobre escravidão e ainda comparar zona de conforto com isso?? Francamente o que eu espero mais agora”, criticou outra internauta.