Amber Heard revela “apelidos depreciativos” que Johnny Depp teria dado a Leonardo DiCaprio e Channing Tatum; saiba os detalhes

Nesta segunda-feira (20), o julgamento do processo de Johnny Depp contra o “The Sun” entrou na sua terceira semana. Em meio à série de acusações de violência doméstica, Amber Heard testemunhou e reiterou que teve medo de que o ex-marido a matasse. Além disso, a atriz revelou apelidos bizarros que o ator teria dado a outros homens famosos, enquanto sentia ciúme deles.

Apelidos dados por Johnny Depp

De acordo com a Press Association, Amber Heard contou que Johnny Depp acreditava que todos os homens estariam interessados nela. “Ele insistia que todos os atores estavam tentando ir pra cama comigo e/ou que eu teria tido um affair com eles, que [Johnny] tinha conversado com as pessoas e sabia sobre tudo isso”, citou ela diante da Alta Corte de Londres.

Amber Heard e Johnny Depp compareceram novamente à Alta Corte em Londres, nesta segunda. (Fotos: Getty)

“Ele tentava me surpreender ao pegar meu celular, ou dizer que alguém havia contado a ele que eu estava tendo um affair, e agia como se tivesse informações que provassem isso – quando na verdade eu não tive [nenhum affair], acrescentou Amber.

Amber também lembrou que nenhum dos seus colegas de trabalho teria escapado das acusações de Depp. “Ele me acusou de ter vivido affairs com cada um dos meus colegas de elenco, filme após filme: Eddie Redmayne, James Franco, Jim Sturgess, Kevin Costner, Liam Hemsworth, Billy-Bob Thornton, Channing Tatum; até mesmo mulheres, como Kelly Garner”, explicou Heard. “Ele também me acusou de ter affairs com estrelas com quem fiz testes, tipo Leonardo DiCaprio”, continuou.

Para Johnny Depp, Amber Heard teria vivido um affair com cada um dos colegas de elenco dela. (Foto: Getty)

Nessa história, Johnny teria arrumado formas debochadas de mencionar os artistas. “Ele me insultava por isso – especialmente quando estava bêbado ou chapado – e tinha apelidos depreciativos para cada um dos meus colegas que ele considerava uma ameaça sexual… Por exemplo, Leonardo DiCaprio era ‘cabeça de abóbora’, Channing Tatum era ‘cabeça de batata’ e o ator Jum Sturgess era o ‘Jim Merd*nha Sturgess'”, revelou Heard.

Semanas atrás, outro relato na Corte revelou que Johnny acreditava que sua esposa estaria vivendo um romance com o bilionário Elon Musk. Ele até mesmo teria dito que cortaria fora o pênis do fundador da SpaceX. Nas mensagens lidas durante o julgamento, o apelido dado ao empresário também veio à tona: “Mollusk” – ou “molusco”, fazendo também referência ao nome de Musk. “Vamos ver se o Mollusk tem um par [de bolas], venha me ver cara a cara”, teria escrito Depp, ao tratar do assunto.

Por ciúme, Johnny Depp teria dito que cortaria o pênis de Elon Musk. (Fotos: Getty)

Amber Heard alega ter sido feita “refém” durante viagem

Amber Heard também falou sobre ter vivido uma “situação de três dias como refém”, quando viajou para visitar Depp na Austrália, em 2015, na época das filmagens de “Piratas do Caribe”. Em um comunicado no processo, a atriz avaliou a ocasião como “a pior coisa que já viveu”. Após o ator ter usado diversas drogas, ele teria feito “todos os tipos de acusações sem sentido” sobre a esposa, e teria tido “alucinações estranhas e paranoicas”.

Amber Heard relatou uma ocasião em 2015, quando teria sido sufocada e agredida por Johnny Depp, enquanto o astro estava altamente entorpecido. (Foto: Getty)

“Deveríamos ficar lá três dias por nossa conta, mas foi só quando eu cheguei que eu percebi que estava presa nesse lugar remoto, sem nenhuma forma de ir embora, e que Johnny já vinha usando uma porção de drogas”, contou ela. “Eu estava numa casa remota, a pelo menos 20 minutos de ajuda, onde eu não poderia sair; eu estava presa e isolada com uma pessoa violenta sofrendo de uma depressão maníaca, transtorno bipolar, e repetida psicose e violência induzidas por drogas, de quem estava há muitos dias numa farra de álcool e drogas”, relatou a estrela.

“Com o passar dos três dias, houve atos extremos de violência psicológica, física, emocional e de outras maneiras. Foi a pior coisa que eu já vivi. Eu fiquei com um lábio e o nariz machucados, e cortes nos meus braços”, acrescentou. O suplício também teria contado com mais cenas perturbadoras, como quando o astro teria sufocado a esposa e dito que poderia quebrar o pescoço dela, ou quando teria a deixado completamente nua após rasgar seu vestido.

“Em certo ponto, ele me puxou pelo pescoço e me empurrou contra o balcão, eu estava contra o balcão, nua, curvada para trás, minhas costas contra o mármore. Ele estava apertando tanto o meu pescoço que eu não podia respirar. Eu estava tentando dizer a ele que eu não conseguia respirar. Me lembro de ter pensado que ele me mataria naquele momento”, continuou ela.

Johnny Depp teria feito xixi no chão após briga

No dia seguinte após a intensa briga, Amber percebeu que Johnny tinha cortado o dedo. “Na verdade, eu não vi o dedo dele sendo cortado, mas eu estava preocupada que isso tinha acontecido na noite anterior. Eu me dei conta de que isso poderia ter acontecido quando ele arrebentou o celular dele na parede próxima da geladeira”, explicou a atriz.

Segundo Amber Heard, após Johnny Depp ter perdido parte de seu dedo, ele teria feito xixi por toda a casa. (Fotos: Getty)

Então, os seguranças chegaram e quiseram saber onde estava o dedo de Depp – momento em que o ator teria exposto o pênis e urinado ali mesmo. “Ele saiu pela porta da frente, apesar do segurança ter tentado impedi-lo. Ele tirou o seu pênis para fora e eles perguntaram o que ele estava fazendo. Ele respondeu como se estivesse com sono: ‘Eu preciso dar uma mijada c*ralho, é a minha casa”, disse Amber.

O vexame ainda teria ido além! “Ele urinou bem do lado de fora da porta da frente. Então, ele voltou e fez isso na frente deles, numa risada nervosa. Ele disse que estava tentando escrever o meu nome, fazendo xixi nas paredes e no carpete, andando pela casa”, completou a artista de “Aquaman”. Mais tarde, naquele dia, Johnny foi ao hospital, e ela teria encontrado os restos do vestido que estava usando na noite anterior.

Além de ter supostamente agredido sua então esposa, Amber Heard, Johnny Depp ainda teria espalhado pedaços de carne crua pela casa. (Fotos: Getty)

“Havia pedaços dele enrolado em alguma coisa, então eu percebi que era o bife que eu planejava cozinhar. Ele rasgou o vestido em pedacinhos e colocou carne crua nele. Ela também foi e pintou todas as minhas roupas no closet. Ele tirou muitas delas, colocou na banheira e passou tinta nelas. E ele também escondeu mais pedacinhos de carne crua nos lugares, como no closet do quarto. Estava realmente uma bagunça”, recordou Amber.

Quanto ao episódio do dedo, Depp alega que este teria sido cortado fora depois que Heard teria arremessado uma garrafa de vodca contra ele.

Relembre o caso

Depp está processando o tabloide britânico The Sun, após o jornal ter se referido a ele como “espancador de esposas” em uma matéria de 2018. Durante dias de depoimentos, o ator admitiu ter escrito uma mensagem de sangue com seu dedo mutilado após briga com a ex, chamou James Franco de “estuprador”, e também confessou ter dado cabeçadas “acidentalmente” em Amber Heard.

As acusações de Amber Heard e Johnny Depp após o divórcio têm vindo à tona durante o processo do astro contra o The Sun. (Fotos: Getty)

A atriz, por sua vez, deu mais relatos sobre o comportamento agressivo dele. Conversas antigas entre Johnny e Paul Bettany, o intérprete do Visão em “Vingadores”, também denunciaram que eles comentavam sobre modos de matar Amber Heard.

Já na última sexta-feira (10), em um áudio exposto no julgamento, Johnny Depp fazia um pedido sórdido a Amber Heard. Além disso, supostas mensagens expuseram ameaça bizarra do ator a Elon Musk. Na segunda-feira (14), um trecho do diário da artista veio à tona, assim como uma foto “humilhante” do ator.

Sem dúvidas, essa briga não chega ao fim tão cedo…