Ao receber homenagem da Disney, Robert Downey Jr. revela que foi preso em sua primeira visita aos parques do estúdio: “Quero fazer as pazes”

Com uma leve adaptação da letra da música de Duda Beat, tudo que Robert Downey Jr mais queria era ficar chapadinho na… Disney! Kkkk Se hoje em dia o ator tem status de astro para a empresa do Mickey Mouse, em um passado não tão distante, ele quase virou persona non grata. Ao ser apresentado em um evento da gigante do entretenimento, o artista surpreendeu o público e resolveu contar como acabou preso fumando maconha após sua primeira visita aos famosos parques de diversão.

Robert Downey Jr foi homenageado na convenção de novidades da Disney, a D23, que aconteceu na cidade de Anaheim hoje (23). Depois de uma breve introdução pelo diretor executivo da empresa, Bob Iger, o interprete do Homem de Ferro decidiu contar uma história inusitada. “Aqui está um pouco de curiosidades [sobre mim] para vocês. Na primeira vez que fui para a Disneylândia, fui transportado para um outro lugar… Minutos depois de ser preso”, explicou para a plateia.

Fui levado a um centro de processamento surpreendentemente amigável. Recebi um aviso severo e liberado para voltar para um grupo muito desapontado de acompanhantes, se a memória não estiver falhando. Eu gostaria de fazer as pazes com quem quer que tenha me contido por fumar maconha na gôndola sem uma licença“, contou, arrancando risadas dos participantes do evento.

Robert Downey Jr recebe homenagem da Disney, e revela que foi preso fumando maconha nos parques. (Foto: Getty)

Downey Jr ainda salientou que a opção de fumar a droga, na verdade, não é uma opção dentro das dependências do parque. “Desculpe, não quero confundir ainda mais essa questão insinuando que as licenças de maconha para a gôndola são de qualquer maneira existentes, ou para qualquer outra atração do parque… Talvez os ‘Imagineers’, mas isso é um assunto deles“, finalizou em tom de brincadeira.

No discurso de agradecimento pela homenagem, que celebrou sua participação nos filmes da Marvel como o Homem de Ferro, o tom foi de pura gratidão. “Fazer Tony ao longo desses anos, com essa ideia de que a tecnologia pode nos guiar para a iluminação ou para a destruição foi um grande presente, então quero agradecer aos fãs que tornaram isso possível“, encerrou. O fim de uma era, né, manas?! Vai fazer muita falta!