Após desabafo de Anavitória, Tiago Iorc se posiciona sobre o impedimento da regravação do sucesso “Trevo”: “Da missa, não sabe a metade” – Assista

Após ter sido acusado de impedir o duo Anavitória de regravar a faixa “Trevo”, na qual divide os créditos de composição com Ana Caetano, Tiago Iorc se posicionou sobre o assunto neste sábado (13). Em sua conta no Instagram, o artista publicou um vídeo de quase três minutos, revelando que sua decisão é uma resposta a supostas tentativas do escritório que agencia a dupla em sabotar o trabalho dele.

Logo no início da gravação, o cantor admitiu estar desconfortável com a situação e discutiu a necessidade de transformar o assunto em algo público. “Primeiramente, preciso deixar claro que isso deveria ser um assunto privado, e que eu me sinto desconfortável e até sem jeito de ter que me manifestar publicamente em relação a isso, principalmente nesse momento tão delicado que estamos vivendo. Eu acho completamente desnecessário, mas enfim”, lamentou.

Tiago explicou que resolveu abordar a controvérsia para mostrar a sua versão dos fatos e dar mais informações sobre o caso. Então, ele se dirige diretamente para Ana Caetano, quem fez o desabafo ao vivo na live de ontem (12). “Ana, eu entendo o teu sentimento, e provavelmente me sentiria da mesma forma com isso que tá acontecendo se eu não soubesse o que está acontecendo por trás de tudo isso”, afirmou.

Além de ter sido empresário de Ana e Vitória, Tiago Iorc teve um grande papel no início da carreira da dupla e eram grandes amigos. Foto: Getty.

“Me parece e fica evidente que nessa tua atitude impensada de tornar isso público, você realmente da missa não sabe a metade. O escritório que gerencia a carreira de vocês, que é o escritório com o qual eu trabalhava e não trabalho mais, ele vem repetidamente sabotando meu trabalho, agindo de má fé para me prejudicar. Causando danos, inclusive, financeiros”, acusou.

Em seguida, o cantor reforçou que se solidarizava com o sentimento de Ana, mas lembrou de questões importantes sobre os direitos autorais. “Em relação a tua manifestação, eu tô contigo! Eu acho que existe, sim, essa dor de querer que a música vá para o mundo. Mas também é um pouco contraditório, porque de fato, a música é para as pessoas, mas a lei do direito autoral existe justamente para proteger os autores”, argumentou.

Tiago Iorc utilizou suas redes sociais para se posicionar a respeito do desabafo de Ana Caetano. Foto: Reprodução/Instagram

“Então, eu tenho certeza que em nenhum momento da tua vida artística tu abriu mão disso, porque você sabe o valor que isso tem na sua vida”, completou. Sobre a regravação de “Trevo”, Tiago garantiu que não quer prejudicar as duas cantoras. “Em relação à liberação da música, podem ficar tranquilas que eu não tenho o intuito de prejudicar a vocês nem a música. Eu só tô revendo o meu direito e muita coisa precisa ser esclarecida em relação ao escritório de vocês antes que isso possa existir”, falou.

O artista finalizou reforçando que precisa resolver essas questões para que as coisas sejam feitas da melhor maneira. “Tenho certeza que vai existir [essa regravação] no momento adequado, que as coisas vão ficar entendidas frente à realidade de tudo que está acontecendo e respeitando o direito de todo mundo”, encerrou. Assista ao vídeo:

Minutos após a resposta do cantor, Ana Caetano deixou uma mensagem singela e enigmática em sua conta no Twitter. Afastada da rede social desde o mês de abril, ela retornou para dizer: “ahhhhh, tá bão“.

Tiago Iorc chegou a ser empresário do duo Anavitória e sócio das artistas em uma produtora. Atualmente, as duas são agenciadas por Felipe Simas, que trabalhou com o cantor durante um tempo.

Desabafo durante live

Os fãs do duo Anavitória foram surpreendidos por um desabafo das cantoras durante a transmissão online que aconteceu ontem (12). Antes de cantar o sucesso “Trevo”, Ana Caetano revelou que ela e Vitória Falcão estão impedidas de regravarem a musica para um projeto inédito por causa de Tiago Iorc, com quem dividem os créditos de autoria da composição.

Sem citar o nome do músico ou o motivo pelo qual está impedida de regravar a música, Ana se mostrou nitidamente nervosa ao falar da situação, mas decidiu expor o dilema que ela e a amiga estão vivendo. “A música que a gente vai cantar agora é uma música muito especial na nossa carreira, muito forte no meu coração. Eu escrevi ela em 2015 e convidei um amigo para escrever comigo. Esse amigo escreveu, me deu um refrão lindo, que a gente ama muito e vocês conhecem bem”, começou.

“Essa música chegou pra vocês de um jeito muito massa. Foi um momento muito lindo na nossa carreira e muito poderoso, porque abriu muitas portas e foi muito especial”, admitiu Caetano. “Essa semana a gente recebeu uma notícia um pouco estranha e um pouco triste que esse outro autor da música tá impedindo a gente de regravar a nossa música”, revelou.

Duo Anavitória se emocionou ao falar sobre o impedimento durante live na sexta (12). Foto: Reprodução/YouTube

A cantora explicou que a regravação seria para um projeto inédito, mas ao ser consultado sobre a liberação, o compositor teria negado a autorização. “E eu só queria falar que o meu entendimento de arte é que ela é algo feito para as pessoas. A partir do momento que passa por mim e vai pro mundo, ela não é mais minha, ela é do mundo. E me dói muito isso acontecer”, refletiu com a voz embargada.

“Eu acho que… Eu nem sei o que eu acho, mas eu espero que essa música nunca seja interrompida, os caminhos dela nunca sejam interrompidos. E espero que essa pessoa receba essa mensagem, por que é com todo meu coração, o meu amor e é isso”, finalizou. Vitória que acompanhou o discurso da sua dupla em silêncio pareceu se virar para enxugar as lágrimas antes de começar a cantar. Assista ao momento: